GIRO PELO BRASIL

postado em 02/02/2014 00:00
 (foto: isac luz/tv globo - 1º/7/10)
(foto: isac luz/tv globo - 1º/7/10)

Acidente
Atriz deixa o hospital no RJ
A atriz mineira Isis Valverde teve alta ontem do Hospital Barra D;Or, no Rio. Um esquema de segurança foi montado para a estrela deixar o local. Ela sofreu um acidente de carro na madrugada da anteontem, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Uma amiga de Isis desceu um carro até o subsolo do hospital para que a atriz pudesse sair. O local também foi cercado por seguranças. Isis chegou ao subsolo do hospital de cadeira de rodas e usando o colar cervical, já que fraturou a primeira vértebra da coluna. Antes de entrar no veículo, fez sinal de positivo para os fotógrafos que registravam sua saída. ;Estou melhorando. Praticamente nasci de novo. Deus foi generoso comigo;, desabafou logo depois. O pai, Rubem, passou a noite no hospital e afirmou pela manhã: "Ela está ótima. Terá alta hoje. Quem está dando alta é o neurologista do hospital que a atendeu. Foi um grande susto. Apesar de ela estar ótima, não deixa de ter sido um acidente perigoso. Ela está muito bem e deverá ficar com o colar cervical de 10 a 15 dias;.

Exames
Saúde de Lula é boa
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo, na manhã de ontem, para realização de exames. Segundo o boletim médico divulgado pelo hospital, Lula está ;em excelente condição de saúde e sem qualquer evidência de neoplasia;. O ex-presidente fez exames clínicos, laboratoriais, PET-CT ; exame utilizado para detectar câncer ;, ressonância nuclear magnética e laringoscopia. Em 2011, o petista foi diagnosticado com tumor na laringe. Após tratamento realizado no hospital, os médicos do Sírio-Libanês constataram, em março de 2012, que o tumor havia desaparecido. Desde então, o ex-presidente é submetido a exames de rotina.

; Ônibus destruídos
Seis ônibus da empresa VAP foram apedrejados no início da manhã de ontem, em Porto Alegre (RS), após a tentativa de funcionários de trabalharem normalmente, mesmo com a continuidade da greve, que chega ao sexto dia na cidade. Por segurança, a empresa determinou o retorno dos veículos à garagem. De acordo com o gerente de tráfego da empresa, 17 ônibus chegaram a deixar a garagem. Outros cinco veículos da empresa Estoril e mais três da Navegantes também chegaram a ir para a rua. Do total de 25, nove foram depredados. Motoristas e cobradores dos veículos destruídos disseram não ter visto os autores, mas afirmaram que eles lançaram mão de grandes pedras. O gerente afirma que a empresa tenta fazer sua parte após a Justiça do Trabalho ter considerado a greve "ilegal".

; Explosão fere turista
Um turista de Santa Catarina ficou ferido na noite de anteontem, após mais uma explosão de um bueiro na Rua Maria Quitéria, altura do número 45, em Ipanema, Zona Sul do Rio. Até a tarde de ontem, não havia informações sobre a causa do incidente. Segundo policiais da sala de operações do 23; batalhão (Leblon), o turista foi levado com sangramento na perna esquerda para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, também Zona Sul, e recebeu alta ainda na madrugada. O Corpo de Bombeiros informou que a explosão aconteceu às 22h55 e que o tampão foi arremessado. A Light enviou técnicos ao local e o trecho da rua onde aconteceu o incidente foi interditado para verificar a ocorrência em caixa subterrânea da companhia. Ainda de acordo com a concessionária, a explosão não afetou o fornecimento de energia na região.

Mortes
70
Pessoas foram assassinadas no Distrito Federal em janeiro, desde que foi desencadeada a operação tartaruga, movimento que reduziu a ação de policiais militares e bombeiros. A desembargadora Nilsoni de Freitas Custódio determinou, em caráter liminar, o fim do movimento e multa de R$ 100 mil em caso de desobediência

; Chacina em Guarujá
Quatro pessoas foram mortas em Guarujá, no litoral de São Paulo, no início da manhã de ontem. Segundo informações da Polícia Militar (PM), uma das vítimas é uma mulher, de 35 anos, que estava grávida de quatro meses. Ainda não há informações sobre os autores dos disparos. As execuções aconteceram por volta das 5h30, no Bairro Pae-Cará, em Vicente de Carvalho. De acordo com informações da polícia, além da grávida, outra mulher e dois homens foram mortos. "O que chegou para a gente é que um carro, acompanhado por uma moto, passou pelo local e efetuou os disparos", afirma o delegado Cláudio Rossi, responsável pelo caso. Um dos homens morreu no local e as outras três vítimas foram socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. A suspeita do delegado é que todos os mortos tivessem envolvimento com drogas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação