Mário Fontana

Interino
postado em 20/02/2014 00:00
 (foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)
. Amanhã, no Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, será lançado o livro O ofício da fotografia em Minas Gerais no século 19 (1845-1900). A obra de Rogério Arruda foi contemplada pelo 12; Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografias de 2012.




ACMINAS
NOVA DIRETORIA


Rodrigo Oliveira, sócio e diretor da Investor Consulting Partners, é o novo presidente do Conselho de Jovens da Associação Comercial de Minas. Ele ocupa o lugar de Leandro Henriques Gonçalves, que passa a atuar como conselheiro. As vice-presidências Comercial e de Comunicação são comandadas, respectivamente, por Frederico Belém e Daniella Doyle. A posse foi realizada ontem à noite, no Espaço Meet do Porcão.

RESPEITO
A TODA PROVA


Com a invasão de tanta gente que se considera DJ, Bianca Giacoia foi bem-humorada ao se definir como animadora musical da festa Hell;s kitchen, amanhã, às 23h, no Graciliano do Belvedere. Ela está no line-up do encontro ao lado de Gabriel Gontijo e de Eduardo Bravin. ;Tenho muito respeito à profissão de DJ;, justificou Bianca, garantindo que a noite será especial.

PREÇO
DISPARATE EM BH

Quem vai aos espetáculos da Campanha de Popularização Teatro & Dança, que movimenta as artes cênicas até 2 de março, comemora os preços dos ingressos, de R$ 5 a R$ 12, mas toma um susto quando opta por usar os estacionamentos. O que fica perto do Sesc Palladium, na Avenida Augusto de Lima, cobra o dobro do valor da entrada para o teatro. Os estacionamentos, em qualquer região da cidade, têm arrancado o couro do freguês.

AGENDA
FUNKY BOOM

Em março, a banda Jota Quest inicia a turnê de Funky funky boom boom, seu sétimo álbum de estúdio. A estreia está marcada para 29 de março, na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro. Em abril, o show chega ao Citibank Hall, em São Paulo. Entre as novidades está a participação do grupo Funk Como Le Gusta e de um trio de backing vocals. A data da apresentação em Belo Horizonte ainda não está fechada.

PARA CRIANÇAS
JOGOS E EXERCÍCIOS


Em meio às gravações da novela Além do horizonte, a atriz e bailarina Fernanda Vianna mantém sua agenda mineira. Segunda e terça-feira, ela estará à frente da oficina A escuta do corpo, ministrada a 20 jovens do Bairro Jardim Teresópolis, em Betim. A ação faz parte do projeto Teatro em movimento, em parceria com a Fiat, por meio de recursos viabilizados pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

***

Moradores de Betim e participantes do projeto Árvore da vida, desenvolvido pela montadora em parceria com as ONGs Fundação AVSI e CDM, serão levados a descobrir formas de comunicação além da convencional. Isso se dará por meio de jogos e exercícios rítmicos. Fernanda é atriz do Grupo Galpão desde 1995.

TEATRO
EM MOVIMENTO


Tatyana Rubim, idealizadora do projeto Teatro em movimento, já definiu sua agenda para o primeiro semestre. Há comédia, drama, música, suspense e espetáculos para a criançada. De 21 a 23 de março, no Cine Theatro Brasil Vallourec, ficará em cartaz a peça policial Bem-vindo, estranho, protagonizada por Regina Duarte. De 27 a 29 de março, no Sesc Palladium, tem Incêndios, com Marieta Severo no papel principal do premiado texto do libanês Wajdi Mouawad, com direção de Aderbal Freire-Filho. Em 5 e 6 de abril, no Palácio das Artes, Chorinho reunirá Denise Fraga e Cláudia Mello, dirigidas por Marcos Loureiro e Fauzi Arap, o autor da montagem.

***

Maio começa com a comédia musical 1958 ; A bossa do mundo é nossa, no Sesiminas. Em seguida, virão os espetáculos infantis O boi da cara preta, de Barbara Duvivier e direção de Daniel Dias da Silva; e O jardim secreto, que traz no elenco os atores Arlindo Lopes, Camilla Amado, Celso André, Elisa Pinheiro, Grasiela Muller e João Velho. ;É uma alegria conseguir cumprir umas das plataformas estratégicas do projeto: a formação de plateia. Isso é possível porque conseguimos deslocar para BH e algumas cidades do interior diversos espetáculos premiados, com abordagens diferenciadas para os públicos adulto e infantil;, diz Tatyana.

***

O Teatro em movimento aposta em vários gêneros. ;Do riso à lágrima;, resume Tatyana Rubim. Criado há 13 anos, o projeto apresentou 163 montagens e somou cerca de 490 apresentações, envolvendo cerca de 480 artistas. Foram contempladas 14 cidades e 27 teatros. Cerca de 350 mil pessoas prestigiaram as sessões.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação