Santa segue sem dono

postado em 19/02/2014 00:00

Ainda não é desta vez que a comunidade de Fidalgo, no distrito de Quinta do Sumidouro, em Pedro Leopoldo, na Grande BH, pode comemorar a volta da padroeira Nossa Senhora do Rosário, furtada da capela local em 1981. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) adiou o julgamento do recurso proposto pelo colecionador paulista Renato de Almeida Whitaker, que estava com a peça do século 18 em seu poder e que foi apreendida pelo Ministério Público estadual em dezembro de 2012. Ontem, depois de ouvir o advogado de Whitaker, Lauro José Bracarense, e o procurador de Justiça Giovanni Mansur Pantuzo, a relatora do processo, desembargadora Vanessa Verdolim Hudson Andrade, da 1; Câmara Cível, pediu o adiamento.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação