Arquitetura em xeque

postado em 19/02/2014 00:00
 (foto: Dunya Azevedo/divulgação)
(foto: Dunya Azevedo/divulgação)

Wagner Rossi apresenta a performance Preto e branco na vertical, às 20h, na Funarte MG. Por meio de pratos de feijão empilhados, ele lança a discussão sobre a arquitetura capitalista, remetendo a conceitos como fragilidade e queda. O evento integra a exposição E o que temos para o almoço?, cuja proposta é discutir as relações entre consumo e arte contemporânea por meio de trabalhos das artes plásticas, do vídeo e da performance.
A mostra reúne trabalhos vinculados ao Centro de Experimentação e Informação de Arte (Ceia). O público poderá conferir obras de Agnes Farkasvolgyi, Alfredo Nobel, Estandelau, Inácio Mariani, Joacélio Batista, João Castilho, João Maciel, Liliane Dardot, Marc Davi, Marcel Diogo, Marcelino Peixoto, Marco Paulo Rolla, Mariana Rocha, Noemi Assumpção, Paulo Nazareth, Rosa Maria Unda Souki e Wagner Rossi Campos.

E O QUE TEMOS
PARA HOJE?
Às 20h, performance de Wagner Rossi. Exposição de obras de 14 artistas. Funarte MG. Rua Januária, 68, Floresta. De terça a sexta-feira, das 13h às 21h. Até dia 26. Visita agendada amanhã, das 19h às 21h. Informações: (31) 8416-0452.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação