BH para inglês ver

Capital mineira é elogiada durante apresentação em Londres. Expectativa é de que um bom número de torcedores venha acompanhar o confronto com a Costa Rica

Bruno Freitas
postado em 20/03/2014 00:00
 (foto: Daniel Burman/Embratur/divulgação
)
(foto: Daniel Burman/Embratur/divulgação )

Sede do terceiro e decisivo jogo da Inglaterra na primeira fase do Mundial (em 24 de junho, contra a Costa Rica), Belo Horizonte gerou expectativa na terra da rainha Elizabeth II durante o Goal to Brazil, evento de promoção turística da Embratur realizado em Londres. A opinião é de Kevin Miles, representante do Football Supporters Federation (FSF) ; instituição de suporte a torcedores ; que apresentou o perfil do fã de futebol inglês que virá ao Mineirão.


Depois da histórica zebra num recém-inaugurado Independência que os eliminou diante do Estados Unidos, por 1 a 0, na Copa do Mundo;1950, o trauma parece ter sido superado e cada virada é um novo começo para os ingleses, disse Miles. O representante não soube precisar a quantidade de torcedores do país que virão a BH, mas garantiu que o perfil é único. ;A maioria (da torcida) se encontra em bares antes do jogo e vão junto para o estádio. São viajantes habituais que costumam seguir o time. Dificilmente virão para o Brasil sem ingressos;, conta. Sobre BH, segunda cidade-sede a concluir a obra de um estádio ; o Mineirão, em 21 de dezembro de 2012, logo depois do Castelão, em Fortaleza ;, Miles apontou ter os ingredientes necessários para uma típica experiência inglesa. A começar pelos bares.


Ontem o Mineirão recebeu a visita de uma comitiva diplomática dos EUA, liderada pela embaixadora Liliana Ayalde e pela secretária-adjunta de Estado para assuntos do Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson. Elas elogiaram as instalações e manifestaram a torcida para que a seleção norte-americana entre em campo no estádio da Pampulha, o que só ocorrerá numa eventual semifinal.


A derradeira rodada de inspeções da Fifa nos estádios terá início hoje. As visitas, afirma o gerente-geral de Integração Operacional do Comitê Organizador Local (COL), Tiago Paes, são fundamentais para a consolidação dos planos operacionais de cada área dos estádios.


Além do gramado, serão verificadas estruturas de segurança, serviços médicos, transportes, alimentação, entre outros. As seis sedes da Copa das Confederações já foram inspecionadas em janeiro. A partir de amanhã, a comitiva percorrerá o Beira-Rio, Arena da Baixada (sábado), Arena Pantanal (domingo), Arena da Amazônia (24) e Arena das Dunas (26).


Gandulas Campeões da competição juvenil que selecionou os gandulas do Mundial em Belo Horizonte, Vespasiano (masculino) e Social Olímpico Ferroviário (feminino) entram em campo às 8h de domingo, no Baleião, com uma missão diferente: desenvolver o protocolo oficial de trocas de bola da Fifa que dará, ao longo dos 90 minutos de cada um dos seis jogos, a visibilidade do badalado mundo do futebol.
As aulas práticas e teóricas serão realizadas simultaneamente nas 12 cidades-sede da Copa, além de Santa Maria, no Rio Grande do Sul ; casa da Sociedade Esportiva Novo Horizonte, equipe masculina vencedora da etapa nacional da competição promovida por uma multinacional de bebidas patrocinadora do torneio. Além dos campeões regionais, participam do treinamento os vice-campeões Associação Atlética Santa Lúcia (masculino) e Prointer Futebol Clube (feminino). A última equipe já havia atuado entre os gandulas da Copa das Confederações, juntamente com o Ferroviário.
Com idade entre 14 e 16 anos, os jovens jogadores (682 em todo o Brasil) serão submetidos aos mesmos critérios de avaliação. No final será divulgada uma escalação definitiva com 138 gandulas .

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação