Um holandês que faz a diferença

Van Persie marca três vezes e leva o Manchester United às quartas de final da Liga dos Campeões. Mesmo derrotado, o Borussia passa

postado em 20/03/2014 00:00
 (foto: PAUL ELLIS/AFP
)
(foto: PAUL ELLIS/AFP )
Amargando a incômoda sétima posição do Campeonato Inglês, a torcida do Manchester United viveu o dia mais feliz da temporada ontem. Na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, a equipe contou com três gols do holandês Van Persie para fazer 3 a 0 no Olympiakos, na Inglaterra, e garantir um lugar entre os oito melhores. Nunca um jogador do Manchester havia marcado três vezes num mesmo jogo de mata-mata pelo torneio continental. Na Grécia, os Diabos Vermelhos haviam sido derrotados por 2 a 0. No outro confronto do 500; dia de partidas do atual formato da Liga dos Campeões, o Zenit fez 2 a 1 no Borussia, em Dortmund, com direito a um golaço do brasileiro Hulk, mas não conseguiu avançar ; os alemães haviam vencido por 4 a 2 na ida.

O veterano Ryan Giggs, de 40 anos, voltou a mostrar sua regularidade no Estádio Old Trafford. Aos 15min, ele cruzou na cabeça de Wayne Rooney e o atacante acertou a trave do goleiro espanhol Roberto. Aos 23min, foi a vez de Van Persie receber lançamento de Giggs. O holandês matou a bola no peito dentro da área e foi derrubado por José Holebas. O atacante foi para a cobrança e abriu o placar. Aos 39, o Olympiakos quase empatou, mas parou no espanhol David De Gea. O goleiro defendeu uma primeira cabeçada à queima-roupa do compatriota David Fuster e, na sobra, ainda pegou com o pé, no reflexo, um chute forte do argentino Alejandro Domínguez, que tinha endereço certo.

Giggs voltou a aparecer de maneira decisiva nos acréscimos do primeiro tempo. O galês acertou mais um belo lançamento, encontrando Rooney na entrada da área grega. O atacante cortou para a lateral e cruzou na medida para Van Persie, cara a cara com Roberto, ampliar. Aos 6min da segunda etapa, o holandês apareceu novamente para garantir a classificação fazendo seu terceiro gol, em cobrança de falta. O Olympiakos passou a buscar o ataque e exerceu uma forte pressão nos minutos finais, mas o placar permaneceu o mesmo.

ALEMANHA Em Dortmund, o Zenit acreditou na classificação e partiu para cima do time mandante. Aos 16min, o paraibano Hulk balançou as redes no seu estilo caraterístico. Avançou pelo meio, ajeitou para a canhota e disparou uma bomba de fora da área que parou no ângulo de Weidenfeller. O gol motivou os visitantes, mas sobraram afobação e erros de passe. Com a defesa bem postada, o Borussia só esperava o momento certo para matar o confronto, o que ocorreu aos 28min.

Schmelzer fez boa jogada na esquerda e cruzou na medida para Kehl, que subiu para superar a zaga adversária e cabecear firme para o gol. O Zenit chegou à vitória aos 28 do segundo tempo, quando o italiano Domenico Criscito cruzou para Rondón, que completou de peixinho para as redes. ;As pessoas que acompanham futebol sabem que enfrentar o Zenit é sempre complicado. Agora estamos nas quartas e vamos enfrentar a nata do futebol europeu;, exaltou o técnico do Borussia Dortmund, Jurgen Klopp.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação