» Rapidinhas

» Rapidinhas

postado em 20/03/2014 00:00
GM sob pressão

A General Motors está sendo pressionada por órgãos de defesa do consumidor nos Estados Unidos para indenizar vítimas devido a um problema na ignição que afetou 1,6 milhão de veículos (Chevrolet Cobalt, Pontiacs Pursuit, G5 e Solstice; Saturn Ions e HHR) fabricados de 2003 a 2007 na América do Norte. O problema foi o adiamento dessa convocação, que teria causado 303 mortes, de acordo com um estudo realizado pela Friedman Research Corporation, um grupo que analisa dados de segurança veicular, pois o defeito na ignição poderia desligar o motor e o sistema de energia, o que afetaria o funcionamento do airbag. A GM é acusada de ter conhecimento do problema uma década antes e não ter tomado providência.

Híbridos não

Diante da nova onda de superesportivos, a Lamborghini é taxativa: por enquanto, não. Para o CEO da empresa italiana ; atualmente nas mãos do grupo Volkswagen ;, Stephan Winkelmann, eles são muito pesados e caros. ;O que vemos hoje no mundo dos híbridos não é algo que possa ser aplicado aos carros convencionais de produção, seja pelo alto custo, seja pelo excesso de peso;, explica o executivo. Ele afirma que a hipótese não está descartada no futuro, mas que ;enquanto for possível, a Lamborghini se manterá fiel ao seu DNA;.

Nova tropa

O lançamento está previsto somente para 2015, mas a Nissan já começou a divulgar alguns detalhes técnicos da nova geração do superesportivo GT-R. O modelo terá propulsão híbrida, combinando um motor elétrico com outro biturbo V6 3.8 (VR38DETT), que gera 811cv de potência. Parte dessa nova tropa se deve à implementação dos sistema Kers de recuperação de energia, desenvolvido em parceria com a equipe Williams de Fórmula 1. Com todo esse fôlego , o novo GT-R gasta apenas 2,7s para atingir 100km/h e chega a 340km/h de máxima.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação