Um cabaré onde só toca Odair José

Um cabaré onde só toca Odair José

Sucessos do cantor ganham roupagem roqueira no musical Eu vou tirar você deste lugar, do dramaturgo Sérgio Maggio

» MARIANA VIEIRA
postado em 07/05/2014 00:00
 (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)


Foram mais de 350 horas de ensaio e o esforço de uma equipe de 50 pessoas para dar vida a um projeto inédito, que reverencia um dos maiores ícones da música popular brasileira. ;Vejo muitas homenagens aos artistas que já se foram, é claro que é bom que se faça. Mas se puder ter isso em vida é ainda melhor. Passa a sensação de que meu trabalho foi válido;, emociona-se o goiano Odair José, que dominou as paradas musicais nos anos 1970 com sucessos como Cadê Você, Pare de tomar a pílula e a canção que dá nome ao espetáculo, Eu vou tirar você deste lugar, em cartaz até 1; de junho, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

;Demorou, mas foi muito prazeroso, fizemos tudo na base de muito afeto;, define o diretor Sérgio Maggio, que encarou o desafio de montar um musical que não fosse necessariamente uma biografia cênica, mas uma criação que tivesse a ver com o universo de Odair José. ;Quando Sérgio me procurou, fiquei muito feliz e sempre acompanhei, foi um processo longo;, conta o próprio cantor.

Odair prestou uma espécie de consultoria na escolha das músicas do espetáculo. ;Ele foi extremamente generoso, apontou as canções que mais tinham a ver com ele e com o roteiro;, revela Alex Souza, diretor musical e intérprete que, ao lado de outros três músicos, permanecem durante todo a apresentação no palco transformado em cabaré. Uma das gratas surpresas do musical é a performance da cantora Maria Alcina. ;Tivemos uma preparação espetacular, esse palco virou minha casa, fui muito bem recebida. O pessoal vai ter que me mandar embora, senão eu vou ficando;, conta ela.

A cantora e atriz, que completa 40 anos de carreira, foi convidada pelo diretor para viver a cafetina China, um papel escrito especialmente para ela.;Não tinha como recusar, ainda mais porque era o convite de um amigo;, conta.

Alcina, que mora em São Paulo, se mudou para a capital desde o início dos ensaios. Ao lado dela, o veterano Jones de Abreu, no papel de Odilon, e seis atores da nova geração das artes cênicas de Brasília, cantam e interpretam uma história de amor. ;Tem pessoas, como o Gabriel (Estrela) que estão formando agora, e o Rodrigo (Marmoré) que veio de Goiânia para fazer o teste e passou. É incrível como a música do Odair conseguiu integrar artistas de gerações diferentes;, considera Maggio. Para ele, o grande triunfo foi ressignificar as composições . ;Passamos do drama para a comédia e do brega para o rock;, completa.



"Demorou, mas foi muito prazeroso, fizemos tudo na base de muito afeto"
Sérgio Maggio, diretor


350 horas
Tempo de ensaio do musical

50
Número de pessoas na equipe

16
Total de apresentações previstas

21
Quantidade de canções revisitadas




Eu vou tirar você deste lugar ; As canções de Odair José
Centro Cultural Banco do Brasil (SCES, Trecho 2, conjunto 22; telefone 3108-7600), de 8 de maio a 1; de junho, de quinta a sábado às 21h e domingo às 20h. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Classificação indicativa: 10 anos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação