Expectativa pelos nomes na capital

Expectativa pelos nomes na capital

MAÍRA NUNES ESPECIAL PARA O CORREIO
postado em 07/05/2014 00:00
 (foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press)


Pai e filho, os vigilantes Antônio, 66 anos, e Alisson Gonçalves, 27, estarão juntos em frente à televisão de casa na hora marcada para Felipão anunciar a convocação da Seleção Brasileira. Outro torcedor que promete estar atento à lista do treinador, no fim da manhã, é o técnico legislativo Manoel de Oliveira, 59. E o motivo não poderia ser melhor: daqui a 47dias, ele assistirá da arquibancada do Mané Garrincha à atuação desses jogadores diante de Camarões, pela fase de grupos da Copa do Mundo.
Para o são-paulino Ricardo Leite, 31 anos, as horas que antecedem a convocação podem acabar com as esperanças de ver nomes pouco cotados para estar na lista. ;Gostaria que não faltassem o Kaká e o Ronaldinho Gaúcho. O grupo é muito jovem e precisa de jogador com experiência;, comenta o assessor administrativo.

O auxiliar de almoxarifado Dugleide Costa incorpora a torcida pelo meia do Atlético Mineiro, apesar de não alimentar muita expectativa com a possibilidade de ele voltar a vestir a camisa da Seleção. ;O Felipão não deve mudar quase nada do que já é esperado. Lembra o Romário na Copa de 2002, ele bateu o pé e não levou o atacante;, lamenta.
Enquanto a curiosidade por saber os jogadores do Brasil gerou ansiedade em alguns torcedores, outros nem tomaram conhecimento do assunto. Caso da assistente social Maraiza Braga, 29 anos, que não sabia a data da convocação, mas jura que acompanha futebol.


Assista a vídeo com a Seleção ideal dos brasilienses no df.superesportes.com.br

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação