Felipão ressuscita "fantasma" de Alex

Felipão ressuscita "fantasma" de Alex

postado em 07/05/2014 00:00
Luiz Felipe Scolari é previsível até a véspera do anúncio de uma convocação importante. A rotina é quase sempre a mesma: visita a um santuário para fazer promessa e reunião com os pares. Depois disso, ele é capaz, sim, de surpreender. Foi assim em 2002. Maestro do Palmeiras campeão da Libertadores em 1999, o até então xodó Alex ficou fora da lista dos 23 escolhidos para a Copa do Japão e da Coreia do Sul. A decisão deixou o jogador magoado por um longo tempo.
O novo candidato a Alex pode ser algum campeão da Copa das Confederações. Ontem, ele deu uma dica de que alguém deve se queimar. ;Pode ser que exista uma surpresa para alguém ou uma divergência de nomes, o que é natural. Mas, para quem vem acompanhando o nosso trabalho, dá para saber que serão 21, 22 jogadores, por aí. Posso adiantar que será uma lista feita com a coerência que vem marcando as nossas convocações;, disse o treinador, em entrevista publicada no site oficial da CBF.

Felipão estudou a possibilidade de remanejar vagas, porém, a má fase de três titulares preocupa o treinador. Ele poderia, por exemplo, abrir mão de Maxwell, levar apenas Marcelo e apostar em Daniel Alves ou Luiz Gustavo como eventuais substitutos. No entanto, Marcelo não está bem no Real Madrid e perdeu a posição para Fabio Coentrão na reta final da Liga dos Campeões.
Felipão também poderia prescindir de um volante em favor de um homem de criação ou de um atacante. O versátil David Luiz serviria como substitituto de Luiz Gustavo no papel de volante quando necessário. O drama é que Paulinho caiu de produção no Tottenham e necessita de um estepe. Nesse caso, Felipão precisaria de mais um volante. O cansaço de Oscar é outra dor de cabeça. Exausto na temporada europeia, o meia precisa de um substituto. Willian é a única opção.
Diante dos problemas, a tendência é que a lista seja conservadora, com dois jogadores por posição. Se houver alguma surpresa, virá da Itália ou da Inglaterra. Robinho ou Kaká, por exemplo, não devem ser descartados. Philippe Coutinho jamais foi chamado por Felipão, mas o treinador deixou claro que as portas não se fecham para as novidades. Já Miranda, em grande fase no Atlético de Madri, pode beliscar uma vaga na zaga.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação