Produção em queda

Produção em queda

postado em 10/05/2014 00:00
A produção brasileira de veículos teve fraco desempenho em abril, refletindo a atividade econômica lenta e a retração do consumidor. Segundo a Anfavea, entidade que representa as montadoras, a produção cresceu 1,6% em relação a março, mas despencou 21,4% ante abril de 2013, pressionada também pelo recuo das exportações. O setor prevê que a tendência de queda se estenderá para os próximos meses.

As fábricas produziram 277,1 mil veículos no mês passado, o segundo maior volume da história para meses de abril, mas a produção acumulada nos quatro primeiros meses deste ano, de 1,07 milhão de unidades, caiu 12% na comparação com o mesmo período de 2013. O desempenho já motivou demissões no setor, que passou a empregar 154,2 mil trabalhadores, 1,1% a menos do que um ano atrás.

Nas últimas semanas, muitas montadoras adotaram medidas para reduzir a produção, incluindo programas de demissão voluntária (PDVs) e corte das horas trabalhadas. No fim do quadrimestre, havia 392,7 mil veículos em estoque, número equivalente a 40 dias de vendas.

O presidente da Anfavea, Luiz Moan, disse que, diante da queda da demanda, a produção vai continuar sendo ajustada. As vendas de veículos novos, no mês passado, somaram 293,2 mil unidades, alta de 21,8% sobre março e recuo 12,1% no comparativo anual. Com a crise na Argentina, que absorve dois terços das exportações de veículos, as vendas externas caíram 21,7% no primeiro quadrimestre, para US$ 3 bilhões.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação