Correio é finalista de premiação em cinco categorias

Correio é finalista de premiação em cinco categorias

postado em 10/05/2014 00:00
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press - 20/4/14
)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press - 20/4/14 )
A lista dos finalistas da primeira edição do Prêmio PaulOOctavio de Jornalismo foi anunciada ontem.O Correio Braziliense, o site www.correiobraziliense.com.br, a TV Brasília e a revista Encontro, todos dos Diários Associados, receberam indicações em seis das nove categorias. O jornal concorrerá aos prêmios de reportagem, coluna de notícias e fotografia, enquanto a tevê, o site e a revista concorrem por reportagem nas respectivas categorias. Os vencedores serão anunciados durante um evento, no Brasília Palace Hotel, em 15 de maio, após o trabalho de uma comissão formada pelos jornalistas André Noblat, João Pitella Júnior e Sylvio Guedes.

A premiação, para trabalhos produzidos entre 1; e 30 de abril deste ano, em comemoração ao mês do aniversário de Brasília, tem as categorias Prêmio Paulo Octavio de fotografia, melhor coluna social e de entretenimento, melhor coluna de notícias, melhor blog, melhor reportagem de rádio, melhor reportagem de tevê, melhor reportagem de jornal, melhor reportagem de revista e melhor reportagem de internet, além de duas extras: o Grande Prêmio de Jornalismo e a homenagem a um jornalista de destaque da cidade.

Na categoria melhor reportagem de jornal, são finalistas a série de reportagens #vaitrabalhardeputado, de Almiro Marcos, Camila Costa e equipe, e o caderno especial ;O céu de todos nós;. A inclusão do caderno especial no rol dos finalistas foi importante também para a valorização da própria cidade, que é Patrimônio Mundial e Cultural da Humanidade. A valorização do título também reforça a proposta de tombamento do céu da capital, objeto de reportagens do suplemento. A defesa de que o azul, o nascer e o pôr do sol na capital federal devem fazer parte da Paisagem Cultural Brasileira é defendida por especialistas, e o leitor pode dar a opinião.

No hotsite do Correio, o internauta pode opinar se acha que o céu de Brasília deve se tornar patrimônio cultural. Até o início da noite de ontem, 56% dos brasilienses disseram que concordam com o tombamento, porque o céu faz parte do imaginário do brasiliense. A importância do site, inclusive, foi premiada com a indicação de melhor reportagem de internet. A jornalista Maria Júlia Nóbrega Mendonça disputa o prêmio exatamente por causa do hotsite ;O céu de todos nós;.

As jornalistas Ana Maria Campos e Helena Mader também estão entre as finalistas do prêmio. Elas assinam a Eixo Capital ; quem conta, com exclusividade, bastidores da política local ; e concorrem na categoria melhor coluna de notícias. Helena também está ao lado de Leilane Menezes na lista dos concorrentes de melhor reportagem de revista. Elas escreveram a matéria ;Longe das asas do Plano Piloto;, na revista Encontro.

Fotografia

Na categoria fotografia, os profissionais Ed Alves e Gustavo Moreno concorrem com as imagens Uma cidade feita de céu e O céu de todos nós, respectivamente ; a última ilustrou a capa do caderno especial que leva o mesmo nome. ;Teve gente que chegou a me perguntar como fiz para o pássaro aparecer. Mas, na verdade, o foco era o pássaro, que estava bebendo água. Tinha saído cedo para fazer fotos da cidade. Eu me deitei e fiquei esperando ele chegar mais perto. Nessa hora, passou o skatista. Saiu a foto, assim, de surpresa;, contou Moreno.

11
Total de categorias, incluindo duas extras, no prêmio de jornalismo

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação