Lula diz que metrô para estádio é "babaquice"

Lula diz que metrô para estádio é "babaquice"

Ex-presidente classifica de "babaquice" a cobrança pela expansão das linhas até os estádios que serão palco de jogos da Copa do Mundo

postado em 17/05/2014 00:00
 (foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)
(foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

;Que babaquice é essa?;, questionou ontem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a possibilidade de expansão da rede de metrô até os estádios de futebol que receberão jogos da Copa do Mundo. ;Nós nunca tivemos problemas em andar a pé;, emendou. ;Vai a pé, vai descalço, vai de bicicleta, vai de jumento, vai de qualquer coisa. A gente está preocupado que tem que ter metrô, tem que ir até dentro do estádio? Nós temos é que dar garantias para essa gente assistir aos jogos, comer a nossa comida. Disso que temos que ter orgulho.;

Ao defender que o metrô seria um luxo desnecessário, o petista disse ainda que a Copa é um momento em que o Brasil deve ;mostrar sua cara;, e que ;esconder pobre está fora de cogitação;. As polêmicas declarações foram feitas durante o 4; Encontro de Blogueiros e Ativistas Digitais, em São Paulo, em que também compareceram o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o pré-candidato ao governo estadual, Alexandre Padilha, e parlamentares petistas.

Lula não parou as polêmicas na ;babaquice;. O ex-presidente também anunciou ter descoberto o motivo para ;tanta truculência e ataques contra o governo;. ;Estão com medo de Dilma;, resumiu. E defendeu Haddad das críticas à gestão na prefeitura paulistana. ;Não conheço ninguém que no primeiro ano (de mandato) tomou a quantidade de porrada que você tomou.;

O petista disse ainda que não há motivos para o partido temer comparações com o PSDB ;em nenhuma área, inclusive na questão da corrupção;. ;Esse governo certamente tem defeitos, como o meu governo teve defeitos, mas o que nós temos que comparar somos nós com eles;, disse o ex-presidente, em referência a PT e PSDB. A única forma de ;não ter corrupção neste país;, continuou o ex-metalúrgico, é ;contratar alguém para levantar o tapete e jogar coisa para debaixo;. ;Criamos um partido político para ser diferente, para fazer uma política que desse orgulho nas pessoas. Não fizemos para entrar na vala da mesmice;, afirmou.

Entre blogueiros, Lula se sentiu à vontade ainda para defender a regulação da mídia. ;Que não venham dizer que isso é censura, que estamos tentando controlar os meios de comunicação, porque quem tem que controlar os meios de comunicação é o telespectador, é o ouvinte, é o leitor. O que todos nós exigimos é que haja neutralidade e seriedade nas informações nesse país.;

Vaias
Durante visita ao Nordeste, Dilma Rousseff participou da colação de grau de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em João Pessoa (PB) e em Teresina (PI). Em ambas cidades, ela foi recebida com vaias e protestos, principalmente, de professores e servidores das universidades. Mantendo a agenda de pré-campanha, Dilma entrega hoje 982 casas do Minha Casa, Minha Vida em Parnaíba, também no Piauí.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação