só um capitão leva

só um capitão leva

Brasília e Luziânia decidem hoje, no Mané Garrincha, quem será o campeão do Distrito Federal em 2014. Os líderes de cada equipe têm características próprias: o colorado Pedro Ayub opta pelo discurso religioso; o azulino Carlão aposta no relacionamento extracampo

postado em 17/05/2014 00:00
Levar no braço a faixa de capitão é honraria para apenas um em cada time. Geralmente, a indumentária fica com o jogador que exerce a maior influência sobre o elenco. Representa um cargo de confiança. Aponta que ali está o porta-voz do treinador, um jogador capaz de cobrar dos colegas e manter os mais jovens sempre na linha.

Pelo poder que têm no vestiário, os capitães Pedro Ayub e Carlão, cada um com um perfil, serão fundamentais para definir quem ficará com o título. A decisão entre Luziânia e Brasília começa às 16h, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

Na semana passada, o time goiano ampliou a vantagem na luta pelo troféu inédito. Graças à vitória por 3 x 2, o Luziânia, de Carlão, poderá perder até por um gol de diferença para conseguir o título. O Brasília, de Pedro Ayub, terá de vencer ao menos por 2 x 0 ; caso contrário, ficará novamente com o vice-campeonato candango, assim como ocorreu no ano passado.

A final será o último jogo no Mané antes do início da Copa do Mundo, competição na qual o estádio será palco de sete partidas. Antes da decisão, haverá uma apresentação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional.



Luziânia x Brasília

16h


Estádio Nacional Mané Garrincha
Brasília (DF)

Campeonato Candango
Final (jogo de volta)

Luziânia (4-4-2)
Edmar Sucuri; Thompson, Carlão, Perivaldo e Rafinha; Lucas Garcia, Pixote, David e Rodriguinho; Max Pardalzinho e Chefe
Técnico: Ricardo Antônio

Brasília (4-3-3)
Artur; Fernando, Márcio Santos, André Nunes e Kaká; Pedro Ayub, Índio e Victor Hugo; Matheuzinho, Claudecir e Alekito
Técnico: Luiz Carlos Carioca

Árbitro: Sávio Sampaio (DF)



Guia do jogo

; Portões abertos às 13h30
A organização recomenda que o torcedor chegue cedo, como forma de evitar a formação de filas.

; Ingressos à venda
Setenta mil bilhetes foram colocados à venda. São três faixas de preço, de R$ 1 a R$ 20.

; Prefira transporte público
O metrô vai funcionar das 6h às 23h30, como sempre. As linhas de ônibus não terão alteração.

; Onde estacionar?
Quem for de carro pode parar no próprio Mané ou nos bolsões de setores próximos do estádio.

; Por onde entrar?
A torcida entrará no perímetro do estádio pelos portões 16 a 23, voltados para a Asa Norte.
; Leve pouca coisa A PM pede que cada pessoa leve o mínimo possível de objetos: assim, a revista ocorre mais rápido.

; Objetos proibidos
Não será autorizado entrar com guarda-chuvas, capacetes, sinalizadores e bandeiras com mastro.

; Padrão Fifa
A segurança no estádio e os serviços médicos serão testados pelo Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo: o jogo é evento-teste da competição.

; Olho na segurança
Algo inesperado? Há uma delegacia da Polícia Civil no terceiro subsolo, com dois delegados de plantão.




Troque o cupom por ingresso
O leitor do Correio Braziliense pode assistir, de graça, à decisão do Candangão. Basta destacar o cupom, localizado na página 3 do SuperEsportes, e ir a um dos pontos de troca para conseguir um ingresso que dá acesso à arquibancada superior do Mané Garrincha. A promoção se encerra ao meio-dia de hoje. Os estabelecimentos estão relacionados no cupom.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação