Marina, o "diferencial"

Marina, o "diferencial"

postado em 27/05/2014 00:00
O pré-candidato do PSB ao Palácio do Planalto, Eduardo Campos, afirmou ontem que Marina Silva ; que será vice na chapa dele ; representa uma oportunidade para o agronegócio, e não uma ameaça. Segundo o presidenciável, a ex-ministra do Meio Ambiente tem potencial para ajudar a imagem do país no setor, uma vez que, na avaliação dele, a colega de PSB seria a garantia de respeito à ecologia no processo de produção.

;O mundo sabe que esses alimentos estão vindo de um país que será governado por um conjunto político, que terá uma vice-presidente com esses valores (sustentáveis). Isso vai ser um diferencial. Acho que, em vez de ter uma ameaça, há uma grande oportunidade. Eu vejo no agronegócio uma preocupação permanente em ter uma produção sustentável;, frisou Eduardo Campos.

O socialista considera que há preconceito contra sua vice. Ele comparou a resistência de ruralistas em relação a Marina Silva ao temor que empresários tinham com uma possível vitória de Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 2002.

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite de ontem, Campos reafirmou a importância da parceria com Marina Silva e criticou a condução da política econômica do governo federal.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação