Festa diplomática do futebol

Festa diplomática do futebol

Embaixadas de países que vão disputar partidas em Brasília preparam programação especial para receber seleções e turistas durante o Mundial. Representações de Portugal e do Equador são as mais animadas

Juliana Contaifer
postado em 08/06/2014 00:00
 (foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

Das sete delegações internacionais que virão a Brasília para a primeira fase da Copa do Mundo, só uma será recebida com festa. Apenas a Embaixada do Equador está montando uma recepção e chamando os equatorianos residentes na capital e turistas para festejar a participação da seleção no Mundial em 13 de junho, quando eles chegamao DF. A embaixada de Portugal receberá os torcedores para assistir aos jogos, mas não planeja nada de especial para o momento da chegada.

As embaixadas africanas são as mais tímidas. As missões diplomáticas de Gana, da Costa do Marfim e de Camarões não têm atividades programadas até agora. A Embaixada de Gana, por exemplo, ainda aguarda a chegada da comissão técnica do país para organizar possível festa ou manifestação cultural. A única informação confirmada é que o presidente John Dramani Mahama vem ao Brasil acompanhar os jogos do time.

A Embaixada da Colômbia também não tem programação para a Copa: não pretende receber torcedores durante os jogos e nem organiza evento de boas-vindas para os jogadores. A representação diplomática ainda não sabe se o presidente do país, Juan Manuel Santos, virá assistir aos jogos ; o país passa, no momento, por eleições.

Já a missão do Equador é só animação. A embaixada planeja recepção aos jogadores e até concertos de música regional. A representação diplomática de Portugal vai aproveitar os jogos da seleção lusitana para mostrar e vender produtos e comidas típicas do país. Até o fechamento desta edição, a Embaixada da Suíça não havia informado sua programação.

Para quem tem curiosidade de conhecer outras culturas e pessoas de outros países, a Copa do Mundo é o evento ideal. Brasília vai ser a terceira cidade mais visitada durante o Mundial ; a expectativa do Ministério do Turismo é que cerca de 490 mil visitantes desembarquem na capital federal durante a Copa do Mundo, sendo 79.610 estrangeiros. A cidade chama a atenção por ser a capital do Brasil, sede do turismo cívico, tesouro arquitetônico mundial e vai ser uma das anfitriãs com maior número de jogos, sete durante o evento.


Grupo E
A estreia do Equador na Copa do Mundo está marcada para 15 de junho, em Brasília, contra a seleção da Suíça, pelo Grupo E. A segunda partida será com o time de Honduras, em Salvador, no dia 20. O último jogo da primeira fase acontece cinco dias depois, no Rio de Janeiro, contra os franceses.



Clima de festa
Jogos e delícias
; A Embaixada de Portugal aguarda ansiosa a seleção portuguesa, que só chega a Brasília em 24 de junho para o primeiro jogo contra a seleção de Gana, marcado para o dia 26. Durante os jogos, os portugueses residentes em Brasília, turistas e brasileiros vão poder acompanhar as partidas da equipe nacional na sede do país em Brasília. Haverá decoração. O auditório com bandeiras lusitanas
e venda de produtos e comidas portugueses.


; A representação diplomática criou também um hotsite em que os torcedores vão poder acompanhar as novidades da seleção em solo brasileiro. O endereço é embaixadadeportugal.org.br/brasil2014.
A página também oferece informações sobre as cidades sedes
e contatos úteis no Brasil.



Recepção e treino
; A programação da Embaixada do Equador para a Copa do Mundo é extensa. Na terça-feira, o grupo musical Poder Negro faz apresentação no Brasília Shopping, às 19h. A seleção equatoriana chega a Brasília às 12h30 de 13 de junho, e a representação diplomática prepara uma recepção à delegação no hotel Brasília Palace às 13h e convoca todos os equatorianos residentes em Brasília e torcedores a comparecerem ao local com bandeiras
do país para apoiar o time.

; Os jogadores treinam às 18h no Centro Desportivo do Corpo de Bombeiros, e todos os equatorianos que estiverem na cidade estão convidados a participar do evento. Em 15 de junho, dia da partida contra a Suíça, o grupo Poder Negro faz outro show, às 19h, na praça do Museu Nacional.
O presidente do Equador, Rafael Correa, também virá ao Brasil,
mas apenas para a abertura da Copa, em São Paulo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação