Trio que promete

Trio que promete

Messi, Di Maria e Agüero entram no decorrer do jogo e mostram o perigo que podem levar para os adversários na Copa. Nos EUA, Espanha bate El Salvador

postado em 08/06/2014 00:00
 (foto: Maxi Failla/AFP)
(foto: Maxi Failla/AFP)

O último amistoso da Argentina antes de estrear no Mundial teve gol de Messi em apenas 35 minutos do ataque titular em campo, mas rendeu um susto. Os bicampeões mundiais venceram por 2 x 0 a Eslovênia em La Plata, mas viram o volante Biglia sair de campo por pancada com 14 minutos de partida. O jogador, contudo, informou via Twitter que ;não é algo para se preocupar;.


Quando o meio-campista saiu, a técnica sul-americana já tinha se mostrado superior à Eslovênia. Mesmo com Di Maria, Agüero e Messi ; que formam o ataque titular ; no banco, a Argentina dava trabalho ao goleiro Belec, que chamou atenção desde os primeiros minutos com boas defesas.


Mas o esloveno não conseguiu segurar a finalização de Ricky Álvarez, aos 11 minutos, em jogada na qual o argentino roubou a bola, aproveitou passagem de Lavezzi para abrir espaço e bateu no cantinho.


Aos 13 minutos do segundo tempo, Lavezzi, Ricky Álvarez e Maxi Rodriguez deram lugar a Messi, Agüero e Di María, trio que foi protagonista de um belo gol, com Messi prendendo a bola na esquerda e iniciando tabela com os outros dois antes de receber livre na área e finalizar com precisão, fechar o placar e deixar uma boa impressão antes da viagem ao Brasil.

Villa se destaca
A Espanha também jogou ontem o último amistoso da equipe antes da viagem para disputar o Mundial. Com a participação de Diego Costa, a Fúria venceu El Salvador pelo placar de 2 x 0 em Washington, nos Estados Unidos, com dois gols de David Villa.
O brasileiro naturalizado espanhol atuou por 72 minutos após voltar de lesão. O técnico Vicent Del Bosque utilizou o confronto para colocar a maioria dos titulares em campo antes da estreia do Mundial, que acontece em 13 de junho.


Os gols da partida só vieram após o intervalo. Aos 14 minutos, David Villa recebeu cruzamento de Xabi Alonso e, de cabeça, abriu o placar. Já no fim, David Silva tocou para Villa que, caído, tocou no canto do goleiro para definir.

Messi volta a passar mal

Apesar da atuação empolgante da Argentina, a presença de Messi nos gramados contou com uma nota preocupante. O craque argentino voltou a passar mal em campo, com ânsia de vômito, e precisou tomar um comprimido no banco de reservas para se recuperar. Pelo Barcelona, o camisa 10 passou pela mesma situação em diversas ocasiões durante a temporada passada.

Ficha técnica:
Argentina (2)

Romero; Basanta, Fernández, Mascherano (Mammana) e A. Fernández (Gago); Biglia (Campagnaro), Pérez, Rodríguez (Di María) e Rojo; Álvarez (Messi) e Lavezzi (Agüero)
Técnico: Alejandro Sabella
Eslovênia (0)

Belec; Cesar (Balazic), Illic (Samardzic), Jokic e Brecko; Stevanovic (Mertelj), Kurtic, Rotman e Illicic (Pecnick); Novakovic (Firer) e Kirm (Lazarevic)
Técnico: Srecko Katanec

Gols: Álvarez, aos 11 minutos do primeiro tempo; Messi, aos 30 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Mascherano, Stevanovic, Rotman e Kirm
Árbitro: Martín Vázquez
Renda e público: não divulgado

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação