França contra o vexame

França contra o vexame

Eliminados na primeira fase em 2002 e 2010, os Bleus são desafiados por Suíça e Equador na luta pelas oitavas de final

postado em 08/06/2014 00:00
 (foto: Franck Fife/AFP - 11/9/13)
(foto: Franck Fife/AFP - 11/9/13)

A primeira partida da Copa do Mundo em Brasília já tem cara de jogo decisivo de mata-mata. Quando entrarem no gramado do Mané Garrincha, pela primeira rodada do Grupo E, Suíça e Equador sabem que a diferença entre a vitória e a derrota é bem próxima daquela que separa a classificação às oitavas de final da eliminação precoce. As duas seleções desafiam o favoritismo da França na chave, que ainda conta com Honduras.

O fracasso na fase de grupos em dois dos últimos três mundiais, porém, acende o sinal de alerta nos Bleus. Na África do Sul, os franceses só marcaram um ponto e terminaram na lanterna, atrás de Uruguai, México e dos anfitriões. Em 2002, foi ainda mais vexatório. Defendendo o título de 1998, a França não marcou um gol sequer.

A briga pelas duas vagas, portanto, deve ser equilibrada. Se a França tem mais tradição, a Suíça teve resultados mais consistentes nas eliminatórias e ganhou até o posto de cabeça de chave. O Equador, por sua vez, joga ;em casa;, na América do Sul, e busca se beneficiar do clima e da presença da torcida. Dessa forma, Honduras pode ser decisiva ao tirar pontos de algum dos três rivais.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação