#OlhoNeles

#OlhoNeles

Após o sucesso do Facebook em 2010, o Instagram é a rede social da vez em 2014. Conheça os melhores perfis e siga o @cbfotografia

postado em 08/06/2014 00:00
 (foto: Instagram/Reprodução)
(foto: Instagram/Reprodução)

Cristiano Ronaldo relaxa na banheira, Balotelli fez uma nova tatuagem e jogadores da Seleção Brasileira usam o mesmo chinelo (com meia). Até pouco tempo atrás, para saber disso era preciso percorrer um longo caminho ou se infiltrar na concentração. Na Copa de 2014, porém, informações como essas estão a um toque de distância, em meio a hashtags e selfies, no Twitter, Facebook ou Instagram.


As redes sociais estrearam em copas em 2010, na África do Sul. Na época, o Facebook era a plataforma mais comum, com 400 milhões de usuários. Também era possível interagir com um ou outro jogador pelo Twitter, que contava com 100 milhões de cadastros na época. Hoje, 1,3 bilhão de pessoas usam o Facebook, e a empresa, que não gosta de perder tempo, comprou a rede social de fotos Instagram, que ainda estava sendo criada em 2010 e, hoje, tem 200 milhões de cadastrados.


Desse montante, cinco milhões acompanham as fotos postadas por Neymar, e outros cinco milhões seguem Cristiano Ronaldo. Vários jogadores usam estratégias de marketing, ;ousadia e alegria;, para ganhar mais seguidores e, com isso, manter os fãs informados e o nome na mídia. Foi pelo Instagram, por exemplo, que o Menino da Vila terminou e reatou com Bruna Marquezine tantas vezes e que lançou a campanha polêmica #somostodosmacacos contra o racismo no futebol.

O alcance é tamanho que muitas marcas têm aproveitado a quantidade de seguidores que os jogadores têm para fazer propaganda. O post, claro, tem seu preço. No entanto, durante o Mundial, ganhar dinheiro com redes sociais faz parte da lista de proibições da Fifa. A entidade enviou um regulamento para todas as seleções, informando que os anúncios serão considerados marketing de emboscada, prática sujeita a punições, como multa e prisões, pela Lei Geral da Copa.

O Correio selecionou alguns perfis de Instagram que prometem agitar a tela do seu celular. O leitor ainda poderá acompanhar as melhores fotos do evento em nossa conta na rede: @cbfotografia.

Os Instagrams da Seleção

; Julio Cesar ; não tem

; Jefferson ; @jefferson_01 (5 mil seguidores)

; Victor ; não tem

; Daniel Alves ; @danid2ois (1,8 milhão de seguidores)

; Marcelo ; @marcelotwelve (1,2 milhão de seguidores)

; Maxwell ; não tem

; Maicon ; não tem

; Thiago Silva ; @thiagosilva_33 (889 mil seguidores)

; David Luiz ; @davidluiz_4 (1,3 milhão de seguidores)

; Dante ; @dantebahia (325 mil seguidores)

; Henrique ; @henriquebussoficial (3,2 mil seguidores)

; Luiz Gustavo ; @luizgustavoficial (73 mil seguidores)

; Paulinho ; @paulinhop8 (313 mil seguidores)

; Fernandinho ; @fernandinhooficial (110 mil seguidores)

; Hernanes ; @hernanes8_oficial (3 mil seguidores)

; Oscar ; @oscar_emboaba (728 mil seguidores)

; Willian ; @willianborges88 (337 mil seguidores)

; Ramires ; @rami7oficial (165 mil seguidores)

; Bernard ; @bernard_duarte (261 mil seguidores)

; Neymar ; @neymarjr (5 milhões de seguidores)

; Fred ; @fredguedes9 (387 mil seguidores)

; Hulk ; @hulkparaiba (664 mil seguidores)

; Jô ; não tem

E dos craques estrangeiros

; Cristiano Ronaldo
@cristiano (5 milhões de seguidores)

; Gerard Piqué
@3gerardpique (927 mil seguidores)

; Mario Balotelli
@mb459 (419 mil seguidores)

; Robin van Persie
@robinvanpersie (485 mil seguidores)

; Karim Benzema
@karimbenzema (562 mil seguidores)

; Didier Drogba
@didierdrogba (542 mil seguidores)

; Lionel Messi
@leomessi (3 milhões de seguidores)

Acompanhe também

; Instagram do Correio Braziliense
@cbfotografia


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação