Colômbia versus PF

Colômbia versus PF

Felipe Seffrin
postado em 16/06/2014 00:00



São Paulo ; A vitória por 3 x 0 sobre a Grécia na rodada de abertura do Grupo C terminou em confusão para a Colômbia. Após vencer com autoridade em Belo Horizonte, no sábado, a seleção sul-americana entrou em choque com homens da Polícia Federal (PF) que a escoltavam para o centro de treinamento (CT) do São Paulo em Cotia. Os desentendimentos aconteceram na madrugada de ontem. A delegação colombiana reclama que o trajeto do aeroporto até a concentração durou duas horas e que integrantes foram agredidos por policiais. Uma reclamação à Fifa foi protocolada.

;Enviamos um documento à Fifa pedindo mudanças na segurança que nos atribuíram. Têm sido repetitivos os incidentes, prejudicando e sabotando os deslocamentos e a mobilidade da seleção;, confirmou à imprensa Mauricio Correa, assessor de comunicação da Colômbia. ;Pedimos a mudança das pessoas que foram indicadas porque existem mal-estar e pouca credibilidade nos funcionários atribuídos para a nossa segurança;, complementou.

A delegação da Colômbia desembarcou em Congonhas após a partida em Belo Horizonte. A escolta da PF obrigou o ônibus com os jogadores e a comissão técnica a trafegar a uma velocidade máxima de 25km/h mesmo sem trânsito na madrugada de domingo. Como resultado, os colombianos fizeram o trajeto até Cotia, de cerca de 40 quilômetros, em quase duas horas, alterando os planos do técnico José Pekerman.

Além da demora, houve empurra-empurra na chegada ao CT em Cotia, quando os colombianos cobraram explicações aos policiais. ;Eles empurraram algumas pessoas do nosso corpo técnico;, reclama Correa. Em nota oficial, a Federação Colombiana de Futebol afirmou lamentar as ações da PF, ;que, em diversas ocasiões, com agravante nas últimas horas, causou mal-estar aos jogadores e à equipa técnica;.

Em nota, a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, do Ministério da Justiça, esclareceu que todas as seleções recebem o mesmo tratamento. ;Ressaltamos que já foram tomadas as providências cabíveis para garantir a segurança da seleção colombiana em todos os trajetos no país;, informou o texto.

Apesar da confusão e dos atrasos, os colombianos treinaram normalmente na manhã de ontem visando o confronto contra a Costa do Marfim, no Mané Garrincha, na próxima quinta-feira.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação