A violência se espalha

A violência se espalha

Rodrigo Craveiro
postado em 18/06/2014 00:00

O brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro, presidente da Comissão de Inquérito da ONU sobre as Violações dos Direitos Humanos na Síria, alertou que o conflito entre as forças do ditador Bashar Al-Assad e o Exército Sírio Livre está se espalhando pelo Oriente Médio. ;Desde o ano passado, advertíamos sobre esse risco. O que está acontecendo hoje no Iraque confirma o que prevíamos, levando em conta que o que ocorre na Síria é uma ;guerra por delegação;, na qual alguns países apoiam o governo, enquanto outros dão suporte a grupos armados e à oposição;, afirmou ao Correio, por e-mail. Segundo ele, o derramamento da guerra por nações vizinhas, como o Iraque, eleva o perigo de uma escalada regional.

;Al-Assad e grupos armados têm a ilusão de que podem ter uma vitória militar. E isso prolonga a guerra, que entra no quarto ano. Não há solução militar, apenas uma saída de negociação política;, comenta. Pinheiro crê que os regimes da Síria e do Iraque deveriam se dedicar mais ao diálogo. ;Quem paga o preço é a população civil, que sofre os horrores do desrespeito a todas as normas do direito humanitário e do direito internacional dos direitos humanitários.; Ontem, o brasileiro apresentou, em Genebra, um dossiê segundo o qual as mortes e o êxodo na Síria se devem a ataques deliberados contra civis.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação