Passarela verde e amarela

Passarela verde e amarela

Torcedores brasilienses apostam em acessórios, maquiagem e figurino caprichado para torcer pela Seleção. Quem vai assistir aos jogos no escritório precisa ter cuidado com a escolha das peças, mas pode abusar dos enfeites

» Carolina Samorano
postado em 18/06/2014 00:00
Nem só de camisa oficial se faz a torcida da Seleção. Um pouco porque a peça anda em falta nas lojas e também porque montar o visual verde e amarelo faz parte da festa, os torcedores têm usado a criatividade para montar looks dignos de passarela para a hora do gol. As meninas apostam em unhas coloridas, camisas bordadas em paetê, acessórios e até batom. A amarelinha dos jogadores dá lugar a regatas justinhas. Sapatos, pulseiras, casacos, tudo ganha as cores da Bandeira nacional. Até a maquiagem é aliada da torcedora: os delineadores azuis e verdes já ficam a postos nas mãos dos especialistas da cidade.

É o caso de Reginela Gomes, que trabalha em um salão no Sudoeste. Os produtos verdes, amarelos e azuis estão não apenas na bancada ; ela diz que, em dias de jogo, as clientes correm para se produzir ;, como no seu visual. A blusa, o cinto, o sapato e até os brincos são amarelos. Combinados com peças brancas, Reginela diz que faz o tipo mais discreto e investe em uma ou duas cores, no máximo. ;O que eu procuro na hora de me vestir é ficar diferente de todo mundo;, diz.

No mesmo salão de beleza, os uniformes distribuídos para serem usados pelos funcionários nos dias de jogos ganharam toque personalizado. Teve quem adaptou decote, recortes e até bordados. ;Aqui no trabalho, não dá para usar blusa com as costas de fora, mas, quando saio daqui, tiro a blusa de baixo;, entrega a recepcionista Lygia Morais, 24 anos, que cortou a camiseta. Torcedora fanática, ela ainda complementou o visual com delineador azul. ;Gosto de torcer no meu próprio estilo;, diz.

;Mandei ajustar;

A cabeleireira Sarah Resende, 31 anos, e o colega Edy Torres, 34, também entraram no espírito do jogo. ;Gosto de elaborar nos acessórios;, diz, ao mostrar a pulseira de miçangas com o desenho da bandeira do Brasil. Já Edy prefere trocar o uniforme do salão pela camisa oficial da Seleção, mas sem deixar a vaidade de fora. ;Vou buscar ali na costureira daqui a pouco. Mandei apertar para ficar mais ajustada.;

Até a cachorrinha Marie, de apenas 3 meses, entrou no clima de Copa do Mundo para torcer contra o México, ao lado dos ;pais;, Welidy Filho, 22 anos, e Bianca Estevam, 16. Enquanto o namorado ficou no básico camisa oficial e bermuda colorida, Bianca, que se diz aficionada em moda, decidiu elaborar nos acessórios. A torcida estava na bolsa verde, amarela e azul. ;Eu já tinha esse modelo, mas, como hoje (ontem) tem jogo, tirei do armário para torcer;, revelou.

A economista Viviane Nesralla, 38, também manifestou apoio à Seleção Canarinho com elegância, sem apelar para vestimentas esportivas: a calça de alfaiataria amarela combinada com a camisa verde e o casaco branco não negavam a expectativa pela partida. ;Em dia de jogo, procuro usar as cores do Brasil. Vario as minhas peças e crio combinações;, disse.

Já as amigas Nicelene Costa, 21 anos, e Iana Diniz, 24, esbanjavam animação e estilo logo pela manhã. ;Torço normal, não sou fanática, mas gosto de me arrumar para curtir a festa;, justificou Iana, de minissaia e camiseta azul. As unhas das amigas também ganharam os tons da Copa: azuis com detalhes da Bandeira no anelar. ;Gostamos de fazer o estilo mais feminino;, concordaram.

Dicas

Investir nos acessórios e apostar em peças nas cores da Seleção são justamente as dicas da consultora de estilo Iasmim Cunha para quem quer torcer sem deixar o estilo de lado. ;É legal optar por blusas e camisas nas cores da Bandeira e caprichar nos acessórios, como lenços ou até um óculos mais chamativo, com armação colorida, para fazer uma graça;, ensina a especialista.

Para quem vai assistir aos jogos em ambientes mais formais, como no escritório, em um restaurante ou até na casa do chefe, vale combinar a camiseta amarela com peças mais finas, como saias acinturadas. O mesmo vale para os homens. ;Quem quer sair do padrão, pode apostar em uma polo nas cores do Brasil combinados com bermudas. Torcer pede conforto. Mas, se for para assistir ao jogo em um ambiente mais formal, camisa azul e calça branca podem ser boas opções.;

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação