E o Oscar vai para%u2026

E o Oscar vai para%u2026

Craque brilha mais uma vez na Copa e garante a terceira vitória dos argentinos. Dos seis gols da seleção no Mundial, o camisa 10 marcou quatro

postado em 26/06/2014 00:00
 (foto: Stefano Rellandini/Reuters)
(foto: Stefano Rellandini/Reuters)


Porto Alegre ; Com mais uma grande atuação de Lionel Messi, agora artilheiro da Copa ao lado de Neymar, a Argentina conseguiu a terceira vitória na Copa do Mundo. Com dois gols do craque do Barcelona, a seleção de Alejandro Sabella bateu a Nigéria por 3 x 2, no Beira-Rio, em uma partida emocionante e muito movimentada. Rojo fez o outro gol argentino e Musa marcou os dois dos africanos, que carimbou sua classificação às oitavas, com a derrota do Irã para a Bósnia.
O jogo começou eletrizante, com um gol para cada lado antes dos 5 minutos. A Argentina dominou a etapa inicial, criou várias oportunidades e conseguiu ficar à frente do placar antes do intervalo, num golaço de falta de Messi. A etapa final, a exemplo da inicial, teve dois gols no início, um para cada lado. A Nigéria tentou partir para cima buscando um novo empate, mas não conseguiu e ainda sofreu com os perigosos contragolpes argentinos.
Líder do Grupo F, com 9 pontos, a Argentina jogará pelas oitavas de final na terça-feira, no Itaquerão, contra o vice-líder do Grupo E, contra a Suíça. A Nigéria, vice-líder da chave, com 4 pontos, enfrentará provavelmente a França, no Mané Garrincha, na segunda-feira

Agradecimento


Messi viveu ontem uma situação diferente. Acostumado a ser ovacionado no Barcelona, o atacante foi substituído aos 17 do segundo tempo da vitória argentina, por 3 x 2, diante da Nigéria, e deixou o gramado do Beira-Rio aplaudido de pé por quase todo o estádio. Com Porto Alegre tomada pelos nossos vizinhos, o camisa 10 garantiu que se sentiu ;como se estivesse em casa;.
Questionado se finalmente o técnico Alejandro Sabella conseguiu ajeitar o time o suficiente para uma excelente apresentação, Messi concordou. ;Melhoramos e finalmente encontramos o time que estávamos buscando. Temos excelente jogadores e esperamos continuar nesse caminho;.
O atacante garante que o ;lindo apoio da torcida; é fundamental para que a Argentina continue trilhando o caminho das vitórias. ;Na última partida foi algo parecido, é realmente muito bonito receber homenagens assim;, disse.
Eleito o cara do jogo pela Fifa, Messi acredita que os dois gols sofridos pelos argentinos em nada afetam o bom resultado, que garantiu a liderança do Grupo F. ;Nós atacantes nos mexemos muito para encontrar os espaços, quando o encontramos, fizemos o gol;, finalizou.


Disputa pelo Olimpo




Com o provável adeus do melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, hoje no Mané Garrincha, a disputa pelo título de craque da Copa de 2014 ainda está em aberto. Mas é possível cravar que Messi é um dos fortes concorrentes. Com a apresentação de gala de ontem à tarde no Beira-Rio, o camisa 10 se igualou a Neymar na artilharia do Mundial, com quatro gols. Dos seis gols da Argentina nos estádios brasileiros até agora, quatro foram de Messi ; Rojo marcou um e teve um contra da Bósnia.
Hoje, na Arena Pernambuco, outro candidato a goleador e craque do Mundial estará em campo: Thomas Müller, autor de três gols na vitória contra Portugal na primeira rodada, é o vice-artilheiro do torneio. O atacante do Bayern de Munique é sem dúvida alguma um rival de peso para o argentino e para o camisa 10 brasileiro.

Também com três gols marcados até agora, o holandês Arjen Robben é mais um que brilhou na primeira fase da Copa. Caso a Laranja Mecânica siga avançando na Copa, um dos rivais prováveis pelo meio do caminho é a Argentina, de Messi, em uma das semifinais. Duelo que colocará frente a frente dois dos fortes candidatos a craque do Mundial.
Correndo por fora para chegar ao Olimpo do futebol, aparecem o francês Karim Benzema e o colombiano James Rodríguez. O sucesso deles depende do desempenho das seleções em campo. Façam as suas apostas.


FICHA TÉCNICA

NIGÉRIA 2 x 3 ARGENTINA

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 25 de junho de 2014, terça-feira
Árbitro: Nicola Rizzoli, da Itália
Assistentes: Renato Faverani e Andrea Stefani, ambos da Itália
Público: 43.285
Cartão amarelo: Omeruo e Oshaniwa (Nigéria)


Gols:
Messi, aos 2 e aos 45 minutos do primeiro tempo; Musa, aos 4 minutos do primeiro tempo e a 1 minuto do segundo tempo; Rojo, aos 4 minutos do segundo tempo

NIGÉRIA: Enyeama; Ambrose, Omeruo, Yobo e Oshaniwa; Onazi, Obi Mikel, Babatunde (Uchebo), Musa e Odemwingie (Nwofor); Emenike
Técnico: Stephen Keshi

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Garay, Fernández e Rojo Mascherano, Gago e Di María; Messi (Alvarez), Higuaín e Agüero (Lavezzi)
Técnico: Alejandro Sabella

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação