Quem perder dança

Quem perder dança

Argelinos e russos fazem confronto direto por uma vaga nas oitavas de final. O time africano precisa apenas empatar para chegar pela primeira vez à segunda fase de um Mundial, e a Rússia, sede da próxima Copa, também tenta evitar a eliminação

postado em 26/06/2014 00:00
 (foto: Marko Djurica/Reuters - 22/6/14)
(foto: Marko Djurica/Reuters - 22/6/14)

Curitiba ; A Arena da Baixada receberá hoje um confronto direto por vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. Às 17h, o estádio curitibano será palco do duelo entre Argélia e Rússia, que lutam para se classificar no Grupo H. A chave é liderada pela Bélgica, dona de seis pontos e com presença garantida na próxima fase do torneio. Além de disputarem uma vaga nas oitavas, argelinos e russos entrarão em campo pressionados por questões históricas.

A Rússia soma um ponto e precisa de uma vitória superior em gols a um possível triunfo da Coreia do Sul sobre a Bélgica, em jogo no mesmo horário. Uma eliminação da equipe russa na primeira fase seria um desastre para o país, sede do próximo Mundial. Em melhor situação, a Argélia conquistou três pontos e se garante com o empate. Caso se classifique, será a primeira vez que os argelinos chegarão à segunda fase. O feito representaria uma alegria para a seleção que ainda lamenta o seu destino em 1982, quando foi eliminada no saldo de gols em uma rodada marcada pela suspeita de combinação de resultado entre Alemanha e Áustria.

O italiano Fabio Capello, técnico da Rússia, sabe da obrigação de vitória de sua seleção. Ele, que descartou mudanças drásticas no time, espera que a sorte beneficie os atletas. ;Contra a Coreia do Sul (empate por 1 x 1), deixamos de ganhar por uma falha individual do nosso goleiro. Contra a Bélgica, fomos penalizados com um gol no fim e perdemos por 1 x 0 uma partida em que o empate seria o resultado mais justo. Portanto, espero sinceramente que a sorte possa começar a sorrir para a nossa equipe, pois estamos trabalhando muito para colaborarmos com ela;, disse Capello.

Empolgados pela convincente vitória por 4 x 2 sobre a Coreia do Sul, os argelinos descartam atuar confiando na vantagem do empate. ;Vamos jogar pensando em ganhar a partida, de maneira vertical, como estamos fazendo nesta Copa do Mundo, independentemente do adversário. Mudar neste momento seria negar a estratégia que vem dando certo e que pode nos colocar nas oitavas de final;, avaliou o técnico Valid Halilhodzic. Em termos de escalação, medalhões como o zagueiro Ghoulam, o meia Taider e o atacante Ghilas permanecem barrados, com o time sendo o mesmo que derrotou os coreanos.

FICHA TÉCNICA
ARGÉLIA X RÚSSIA

Grupo H ; 3; rodada
Transmissão: Bandeirantes, SporTV, ESPN Brasil e FOX Sports
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Horário: 17h
Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia)
Assistentes: Bahattin Duran (Turquia) e Tarik Ongun (Turquia)

ARGÉLIA: 4-5-1

Rais M;Bolhi,
Aissa Mandi, Madjid Bougherra, Rafik Halliche e Djamel Mesbah;
Carl Medjani, Nabil Bentaleb, Sofiane Feghouli, Yacine Brahimi e Abdelmoumene Djabou
Islam Slimani

Técnico: Valid Halilhodzic


RÚSSIA: 4-5-1
Igor Akinfeev,
Aleksei Kozlov, Vassili Berezoutski, Sergei Ignashevitch e Dmitriy Kombarov
Denis Glushakov, Viktor Faizulin, Aleksandr Samedov, Oleg Shatov e Maksim Kanunnikov
Alexander Kokorin

Técnico: Fabio Capello

Memória

Jogo da vergonha
A Argélia ainda lamenta o escândalo que a prejudicou na Espanha, ao fim da primeira fase da Copa de 1982. A Áustria liderava o Grupo B, que tinha a Argélia como vice-líder. Uma vitória simples dos alemães sobre os austríacos na terceira partida classificaria as duas equipes europeias e eliminaria os africanos. Em 25 de junho, aos 10 minutos de jogo, Horts Hrubresch abriu o placar em favor da Alemanha no Estádio Municipal de Gijón, e as duas seleções em campo se limitaram a trocar passes até o apito final. O episódio entrou para a história como ;Jogo da Vergonha;. Vinte e cinco anos depois, o lateral alemão Peter Briegel (foto) assumiu a farsa em público e pediu desculpas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação