Brasília do início ao (amargo) fim

Brasília do início ao (amargo) fim

Em junho de 2013, o Brasil venceu o Japão na capital federal, na estreia na Copa das Confederações, e começou a trajetória rumo ao Mundial. Hoje, 393 dias depois, a equipe volta a pisar o gramado do Mané Garrincha, na despedida do torneio, marcada pelo fracasso e para sempre assombrada pelos 7 x 1 diante da Alemanha

Lorrane Melo Maíra Nunes Especial para o Correio
postado em 12/07/2014 00:00

Depois de começar a trajetória rumo ao Mundial com a Copa das Confederações em Brasília, há 393 dias, na vitória empolgante sobre o Japão, a Seleção Brasileira volta à capital federal para encerrar um ciclo. Desta vez, cabisbaixa, marcada pelo fracasso. A equipe que mobilizou todo o país em nome do sonhado hexa dentro de casa, vai amargar para sempre a goleada sofrida diante da Alemanha por 7 x 1. Um vexame sem precedentes de um anfitrião do torneio.
A disputa do terceiro lugar, hoje, nada significa para a torcida pentacampeã mundial. A Seleção, porém, entrará em campo contra a Holanda com a obrigação de vencer e evitar uma despedida ainda mais vergonhosa.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação