Microfones abertos

Microfones abertos

postado em 12/07/2014 00:00
Antes de entrar na sala de coletivas do estádio, às 18h30, o técnico Luiz Felipe Scolari subiu ao gramado do Mané Garrincha e acabou flagrado comentando a derrota por 7 x 1 para a Alemanha. Provavelmente sem saber que os microfones das câmeras da Fifa estavam ligados, o treinador da Seleção Brasileira classificou como ;fatalidade; a derrota por um placar tão largo e disse que a equipe poderia ter descontado para 5 x 4 ainda no início do segundo tempo.

A conversa com o assessor de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Paiva, o capitão, Thiago Silva, e mais dois integrantes da Fifa durou cerca de 15 minutos e vazou pouco depois do fim da coletiva concedida por Felipão. Nem no bate-papo informal, ele admite a inferioridade da equipe e parece acreditar que era possível uma virada sobre os alemães.

;Uma fatalidade não pode destruir um trabalho... Nunca mais, nem daqui a mil anos, cara. Eles foram sete vezes no primeiro tempo e fizeram cinco gols. Nos 10 primeiros minutos do segundo tempo, se eu mostrar o teipe, nós criamos quatro chances de gol. Se nós tivéssemos acertado as quatro ia estar 5 x 4 em 10 minutos;, avaliou Felipão, que comandou treino coletivo na Granja Comary, na manhã de ontem, antes de voar para Brasília, onde a equipe não realizou nenhuma atividade. (RA)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação