Leandro Damião desencanta

Leandro Damião desencanta

postado em 21/08/2014 00:00
 (foto: Ricardo Saibun/Agência O Globo)
(foto: Ricardo Saibun/Agência O Globo)


Acabou o jejum de gols de Leandro Damião, que ainda não havia marcado no Campeonato Brasileiro. O atacante abriu o placar da vitória de ontem do Santos sobre o Atlético-PR na Vila Belmiro, por 2 x 0. Thiago Ribeiro também desencantou, anotando seu primeiro gol pela competição.

Após três derrotas seguidas, o alvinegro voltou a comemorar uma vitória na 16; rodada. A noite só não foi perfeita para o time porque Robinho sentiu um incômodo no músculo posterior da coxa direita e deixou o jogo ainda no primeiro tempo. O camisa 7 fazia sua quarta partida em apenas 10 dias.

Robinho fará exames para conhecer a gravidade da lesão, mas dificilmente enfrentará o São Paulo na próxima rodada ; Gabriel tem tudo para ser escalado no clássico. O Peixe vai encarar o tricolor no Morumbi às 16h de domingo. No mesmo dia, às 18h30, o Atlético-PR receberá o Bahia na Arena da Baixada, em Curitiba.

Com o triunfo sobre os paranaenses, o Santos chegou aos 23 pontos, na metade de cima da tabela de classificação. O Furacão tem a mesma pontuação, mas é superado nos critérios de desempate.

Santos e Atlético-PR buscaram o ataque desde o apito inicial. Mesmo fora de casa, o Furacão não se intimidou e até começou melhor o jogo. Após 20 minutos, o Peixe passou a equilibrar o duelo e a criar chances de gol. Robinho comandava o ataque e chamava a marcação, deixando espaços para Thiago Ribeiro e Leandro Damião.

Aos 24 minutos, Robinho arrancou pela esquerda, pedalou ao seu estilo e, ao tocar a bola, sentiu dor na coxa direita. O camisa 7 caiu com a mão no local afetado e precisou ser substituído por Rildo. O Peixe, no entanto, não se deixou abater.

Fim do jejum
Após muito insistir, o alvinegro se viu premiado aos 44 minutos. Cicinho roubou a bola na área do adversário e cruzou para Leandro Damião escorar, acertando a rede. O camisa 9 festejou o fim do jejum. ;É bom demais, mas o importante é o time vencer, não adianta nada eu fazer gol e o time não vencer;, disse o centroavante.

No retorno para a etapa complementar, o Atlético-PR passou a pressionar o Santos no campo de defesa, mas a tranquilidade alvinegra cresceu aos 21 minutos. Foi quando Arouca carregou pelo meio e rolou para Rildo na esquerda, que cruzou na cabeça de Thiago Ribeiro, que não desperdiçou: 2 x 0.

No último minuto, David Braz fez pênalti, mas Marcelo acertou o travessão na cobrança e apenas ratificou a vitória santista.



30/3
Dia em que Leandro Damião havia feito gol pela última vez antes de encarar o Furacão



FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 ATLÉTICO-PR


SANTOS:
Aranha; Cicinho, David Braz, Edu Dracena e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima, Thiago Ribeiro (Stéfano Yuri), Robinho (Rildo) e Leandro Damião (Souza)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

ATLÉTICO-PR:
Weverton, Sueliton, Dráusio, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Dellatorre) e Marcos Guilherme (Douglas Coutinho); Marcelo e Cléo
Técnico: Doriva

Gols: Leandro Damião, aos 44 minutos do primeiro tempo; e Thiago Ribeiro, aos 21 do segundo tempo Cartões amarelos: Léo Pereira e Dráusio
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG-CBF)
Público: 4.612 torcedores
Renda: R$ 129.285




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação