Tantas palavras

Tantas palavras

Por José Carlos Vieira Esta seção circula de terça a sexta / cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901
postado em 21/08/2014 00:00
Inexorável

Sim.
Todos os poemas
são de amor.
Pela rima,
pelo ritmo,
pelo brilho
ou por alguém,
alguma coisa
que passava
na hora
em que a vida
virava palavra.

Alice Ruiz

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação