Conexão Espanha

Conexão Espanha

Na programação deste ano, o Cena Contemporânea prestigia a presença do teatro hispânico em Brasília

Mariana Vieira
postado em 21/08/2014 00:00




O teatro ocupa lugar de destaque na cultura da Espanha. Não à toa, as companhias espanholas participam pelo quinto ano consecutivo da seleção do Cena Contemporânea, festival de artes cênicas que agita o Distrito Federal com atrações nacionais e internacionais.

Hoje, no Teatro Sesc Garagem, se apresentam a trupe do El Conde de Torrefiel, de Barcelona, com o espetáculo La chica de la agencia de viajes nos dijo que había piscina en el apartamento (A moça da agência de viagens nos disse que havia piscina no apartamento). A peça remete aos elementos da pop art, mesclando literatura e dança. ;Achamos que a coisa mais importante é construir uma estrutura cênica muito sólida;, explica Tanya Beyeler, uma das fundadoras da companhia El Conde Torrefiel e atriz no espetáculo.

O processo de criação, segundo ela, foi longo, e resultou em um material de cinco horas que, aos poucos, foi se reduzindo aos 70 minutos da peça. Outro aspecto interessante é a presença de seis atores da cidade, que compõem o coro do espetáculo. Isso porque o grupo trabalha com seis convidados dos lugares onde se apresentam. ;É uma tendência no teatro contemporâneo buscar por pessoas, atores profissionais ou não, para integrar apresentações locais;, lembra Luara Learth, atriz e dançarina brasiliense que foi uma das selecionadas para participar das duas sessões em Brasília. ;Eles são maravilhosos, muito abertos para trocar com a gente, está sendo um processo divertido;, conta.

É a primeira vez que a peça será encenada em outro idioma que não o espanhol. ;Vamos ver como será, mas para nós é muito enriquecedor poder vir ao Brasil e interagir com artistas daqui;, considera Tanya. O idioma é mantido em outra atração espanhola; Cuarteto del Alba, da cia Laurentzi Producciones, conta com legendas em português nas duas apresentações. Com texto de Carlos Gil Zamora e direção do multifacetado artista Lander Iglesias, trata-se de uma reflexão corporal de intérpretes se revezam na construção de vários personagens que vão descrevendo uma geração com todos os conflitos caros à condição contemporânea até o próximo dia 31.

Nos dois dias que encerram o Cena, a aposta é La función por hacer, uma livre adaptação do texto clássico Seis personagens a procura de um autor, de Luigi Pirandello. Vencedor dos mais importantes prêmios de teatro da Espanha, o espetáculo foi indicado como um dos melhores daquele país nos últimos 20 anos.




La chica de la Agencia de Viajes nos Dijo que Había Piscina en el Apartamento
Cia. El Conde de Torrefiel. Hoje, amanhã e sábado às 21h. Teatro Sesc Garagem ( 713/913 sul, Bloco F ;telefone 3445-4415). Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada). Classificação indicativa: 18 anos.


Cuarteto del Alba
Laurentzi Producciones S.L.23 e 24 de agosto, às 21h. Teatro I do CCBB (SCES Trecho 2, Lote 22; telefone 3108-7600). Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada). Classificação indicativa: 16 anos.



La función por hacer
Kamikaze Producciones. 30 e 31 de agosto, às 21h e às 20h. respectivamente. Teatro Sesc Garagem ( 713/913 sul, Bloco F; telefone 3445-4415). Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada). Classificação indicativa: 16 anos.



Riqueza cultural


2013
O catalão Roger Bernat esteve na cidade com dois trabalhos: Pendiente de Voto e Domínio Público.

Quatro atores mirins protagonizaram o espanhol Matéria Prima (foto), de La Tristura, espetáculo que impactou o público com temáticas contemporâneas e abordagem direta.



2012
Apple Love, da Cia. Iker Gómez , trouxe à cidade boa mostra do Teatro Físico daquele país.

Café Frágil (foto) , da companhia de teatro La Casa Incierta, de Madrid, focado no teatro de objetos e nas artes visuais.



2011
Ni ogros ni princesas, da Privisional Danza, cia. com quase 30 anos de estrada e trabalhos que cruzam vídeo-dança, curta-metragem e teatro..

La tribulaciones de Virginia (foto), de Hermanos Oligor, história de amor delicada contada através de um rico mundo de marionetes.



2010
A edição deste ano homenageou a Espanha e trouxe quatro espetáculos de lá, com destaque para as apresentações do grupo Kabia, do País Basco, com Paisagem com argonautas e Dizer chuva e que chova.



2009
Delírios de Grandeza, espetáculo solo do David Espinosa, sobre o universo virtual e o papel da mídia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação