Demitido secretário que culpou pacientes

Demitido secretário que culpou pacientes

Elias Miziara perdeu o cargo depois de responsabilizar a população pelos problemas na área. Ex-chefe da pasta diz que alegação está fora de contexto

» SAULO ARAÚJO
postado em 22/08/2014 00:00
 (foto: Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press)


Após culpar os pacientes pelo caos instalado na rede pública de saúde, o secretário Elias Miziara acabou exonerado pelo governador Agnelo Queiroz. O chefe do Executivo local não gostou das declarações de Miziara, que atribuiu as longas filas nos hospitais da cidade ao ;mau hábito da população;. Quem assume o cargo é o médico José Bonifácio Carreira Alvim, até então, secretário adjunto.

Na última terça-feira, em entrevista à TV Globo e ao comentar sobre a alta procura de famílias por especialistas, principalmente pediatras, Miziara disse encontrar dificuldades para organizar o sistema em função da demanda de atendimentos, sobretudo no período noturno. ;Essa migração da população em busca de pediatras traduz tanto uma falta que nós, infelizmente, temos, como um mau hábito da população de procurar hospital apenas à noite. É certo que as pessoas trabalham, têm as suas necessidades, mas organizar um sistema como esse atendendo às necessidades de cada um se torna uma tarefa hercúlea, de grande dificuldade;, disse ao telejornal Bom Dia DF.

Miziara assumiu o comando de uma das mais importantes e problemáticas pastas do GDF há exatamente 50 dias, no lugar de Rafael Barbosa, que se afastou para disputar as eleições. Antes de ocupar o cargo mais alto da secretaria, chefiava a Subsecretaria de Atenção à Saúde. Nos bastidores, era considerado de temperamento difícil. Antes mesmo de ser empossado secretário, havia articulado algumas mudanças de comando em setores essenciais, o que provocou desgaste.

Repercussão

À noite, a Secretaria de Saúde informou, por meio de nota, que Miziara ;apresentou hoje (ontem) o seu pedido de exoneração ao governador Agnelo Queiroz;. ;O objetivo deste ato foi evitar que tal situação continuasse repercutindo negativamente sobre o belo trabalho que o Governo do Distrito Federal vem fazendo pela saúde pública da capital.;
A pessoas próximas, o ex-secretário argumentou que a frase foi editada fora de contexto. Essa versão foi confirmada pela Secretaria de Saúde. Sensível na gestão do médico Agnelo Queiroz, a saúde é um dos principais alvos dos adversários do petista durante os debates. O Correio tentou falar com Miziara, por telefone, mas ele não atendeu as ligações. A exoneração dele deve ser publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de hoje.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação