Derrota apertada

Derrota apertada

postado em 22/08/2014 00:00
O Grêmio até conseguiu se impor contra o Cruzeiro no primeiro tempo. Anulava os principais jogadores celestes e conseguia sair para o ataque com perigo, impulsionado pela movimentação de Luan e Dudu pelas pontas. O técnico Luiz Felipe Scolari parecia ter encontrado a melhor opção para parar o líder do Brasileirão, e só foi traído pela sorte no fim da etapa final, quando Dagoberto decidiu.

Dudu, em noite inspirada, fez a jogada individual mais bonita do Mineirão aos 24 minutos. Arrancou pela ponta, passou entre Henrique e Egídio, invadiu a área, driblou Léo e finalizou para ótima defesa de Fábio. O Cruzeiro até respondeu, duas vezes, com chutes de Henrique e Éverton Ribeiro. Mas foi o Grêmio, outra vez, quem quase abriu o placar. Aos 31, Pará cruzou na área, Dedé afastou de cabeça e Dudu mandou uma trivela no ângulo de Fábio ; providencial mais uma vez.

No segundo tempo, o jogo ganhou mais velocidade. Bom para o Grêmio, que quase marcou com Werley, Edinho e Fellipe Bastos antes dos 10 minutos. Buscando a vitória, Felipão ainda colocou Fernandinho no lugar de Ronan. Aos 31, Luan deu ótima arrancada, driblou três e por pouco não marcou.

Os avanços do Grêmio pararam nisso. Nos minutos finais, o Cruzeiro fez pressão e conseguiu o gol depois da disparada de Dedé pela lateral direita. Enquanto os gaúchos pararam na ineficácia do ataque, o líder da competição provou que precisa de poucas oportunidades para conseguir balançar as redes.

13
Quantidade de jogadores do Cruzeiro que marcaram gol nesta edição do Brasileiro: o time mais ;democrático; da competição

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação