Vale a Supercopa

Vale a Supercopa

Atlético de Madri recebe o arquirrival, Real, hoje, no segundo round do torneio que reúne os vencedores do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei. Lesionado, Cristiano Ronaldo é a maior dúvida

postado em 22/08/2014 00:00
 (foto: Gerard Julien/AFP)
(foto: Gerard Julien/AFP)


Real Madrid e Atlético voltam a se enfrentar hoje, às 18h (de Brasília), na decisão do título da Supercopa da Espanha, tentando melhorar o nível de jogo a poucos dias do início do Campeonato Espanhol. No duelo de ida, os arquirrivais empataram por 1 x 1, no Estádio Santiaggo Bernabéu. A volta, hoje, é no Vicente Calderón. Depois de mais um clássico da capital, Real e Atlético têm a estreia na Liga marcada para a próxima segunda-feira, contra Córdoba e Rayo Vallecano, respectivamente.

O primeiro dueloteve pouco espetáculo, com muitos erros de passes de ambas as equipes, e só ganhou emoção nos minutos finais. James Rodríguez, que começou no banco, abriu o placar aos 36 do segundo tempo, marcando seu primeiro gol com a camisa do Real, mas a alegria da torcida merengue não durou muito. Raúl García deixou tudo igual aos 43. A Supercopa da Espanha é decidida em dois jogos, por isso não houve prorrogação no Bernabeu. Será preciso disputar mais 90 minutos para definir o campeão, desta vez diante da torcida colchonera. No ano passado, o Atlético quase conquistou o título, sendo superado apenas no critério dos gols marcados fora de casa. Neymar balançou a rede para o Barcelona no empate por
1 x 1 em Madri e as duas equipes ficaram no 0 x 0 no jogo de volta. A diferença é que, desta vez, por ser o atual campeão espanhol, os colchoneros decidem o confronto em casa e desfrutam a vantagem de ter marcado um gol no Bernabéu.

;Foi um empate importante, que nos deixa em boas condições na partida de volta;, resumiu o técnico do Atlético, Diego Simeone. ;Temos 50% de chances de conquistar o título. O Real é uma equipe que sempre faz gols. Pensar que o 0 x 0 é suficiente não é bom, porque enfrentaremos uma equipe com muito poder ofensivo;, completou o argentino.

Obrigado a balançar as redes ao menos uma vez no Vicente Calderón, o Real espera poder contar com o astro português Cristiano Ronaldo 100%. CR7 saiu lesionado no intervalo do primeiro jogo, mas foi relacionado pelo técnico italiano Carlo Ancelotti para a partida decisiva. Autor do único gol merengue na terça-feira, James deve ser titular, assim como o volante alemão Toni Kroos, outro reforço de peso para a nova temporada. ;James foi bem, e o fato de ele ter marcado seu primeiro gol é importante para a confiança;, elogiou o treinador.

O caso do argentino Angel Di María é mais complicado. Ancelotti revelou, ontem, que o meia de 26 anos tinha pedido para sair depois da Copa do Mundo, recusando a renovação do seu contrato. Assim como James, o argentino começou no banco na terça, mas entrou bem e mostrou que pode ajudar.

FICHA TÉCNICA

18h
Estádio: Vicente Calderón
Madri (Espanha)
Transmissão: Esporte Interativo
Sujpercopa da Espanha
Final (jogo de volta)

Atlético de Madri (4-4-2)
Moyá
Juanfran
Godín
Miranda
Siqueira
Koke
Raúl Garcia
Saúl
Mario Suárez
Gabi
Mandzukic
Técnico: Diego Simeone

Real Madrid (4-3-3)
Casillas
Carvajal
Sergio Ramos
Pepe
Marcelo
Modric
Xabi Alonso
Kroos
Bale
Benzema
Cristiano Ronaldo (James Rodríguez)
Técnico: Carlo Ancelotti

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação