Reflexões sobre os caminhos da vida

Reflexões sobre os caminhos da vida

Diego Ponce de Leon
postado em 22/08/2014 00:00
 (foto: Guga Melgar/Divulgação)
(foto: Guga Melgar/Divulgação)

Em um dia qualquer, você acorda e percebe que desaprendeu a andar. Não se lembra do seu prato favorito nem daquele cheiro da infância. Não se recorda o ofício que exerce. Trata-se do fim ou de uma nova chance de recomeçar?

A peça Do tamanho do mundo traz Mateus Solano na pele de Arnaldo, um homem que esbarra com a oportunidade de rever alguns conceitos, hábitos e concepções. ;Uma chance de repensar a vida;, resume o próprio Mateus, em entrevista ao Correio.

Escrito pela esposa do ator, Paula Braun, o espetáculo marca o retorno do artista aos palcos e à cidade natal, Brasília. Depois de longa e bem-sucedida temporada no Rio de Janeiro, Mateus aparece na capital para propor, no palco, um debate em torno da existência. Apesar da densidade do assunto, a peça recorre ao humor e a certa leveza para entreter (e provocar) o espectador.


SERVIÇO

Do tamanho do mundo
No Teatro Unip (913 Sul), amanhã, às 19h (sessão extra) e às 21h30; e domingo, às 20h. Com Mateus Solano, Alcemar Vieira, Karine Teles e Isabel Cavalcanti. Ingressos a R$60 (meia-entrada), à venda na bilheteria do teatro. Não recomendado para menores de 14 anos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação