Eixo capital

Eixo capital

Ana maria campos/anacampos.df@dabr.com.br helena mader / helenamader.df@dabr.com.br
postado em 17/09/2014 00:00

Conectados, pero no mucho

As redes sociais são um importante instrumento político, mas os candidatos ao Governo do Distrito Federal têm usado esse espaço mais para divulgar agendas e eventos de campanha do que para promover um amplo debate de ideias e propostas. No Twitter, por exemplo, o campeão de seguidores é Rodrigo Rollemberg (PSB), acompanhado por 13,1 mil internautas. Em seguida, aparecem Agnelo Queiroz (PT), com 10,5 mil seguidores, e Toninho do PSol, com 2,4 mil pessoas que acompanham suas postagens. Pitiman (PSDB) tem mil seguidores e Jofran Frejat (PR), 571. Como utilizam esse canal, entretanto, é bem distinto.


Muitas selfies

Rollemberg é um dos usuários mais ativos e divulga sempre os eventos de sua agenda, assim como Agnelo. Mas o petista tem uma peculiaridade: o governador é adepto das selfies e divulga muitas fotos ao lado de populares, familiares e de políticos. No Sete de Setembro, publicou um autoretrato ao lado da presidente Dilma Rousseff. O tucano Pitiman também usa as redes sociais basicamente para divulgar eventos de campanha. Toninho do PSol acessa menos as redes sociais. No Twitter, por exemplo, sua última postagem data de duas semanas atrás. Jofran Frejat tem uma conta, mas não posta nada desde o Natal de 2013. Antes disso, só havia divulgado um grande número de mensagem a seus seguidores na campanha de 2010, quando foi candidato a vice.



Apoio a rivais

Candidatos da coligação de Jofran Frejat (PR) e Gim Argello (PTB) cobram a retirada da legenda dos distritais candidatos à reeleição Cristiano Araújo e Washington Mesquita, ambos do PTB. A dupla faz dobradinha com Rafael Barbosa (PT), candidato a federal, e pede votos para Agnelo Queiroz. O argumento é o de que é melhor ter 10 candidatos leais com mil votos cada um do que um concorrente que tenha 10 mil votos, mas apoie rivais. O assunto será analisado pela executiva do PTB.


União na tropa

O governador Agnelo Queiroz (PT) decidiu que só vai enviar o Plano de Cargos e Salários dos policiais e bombeiros militares ao Congresso Nacional quando houver consenso na tropa. ;Um projeto como esse não pode ter polêmica na própria base porque dificultaria a aprovação;, disse à coluna.



O próximo alvo

O vice de Rodrigo Rollemberg, Renato Santana, será o próximo alvo de ataques na coligação liderada pelo PSB. Adversários investigam a vida funcional dele. Servidor de carreira do GDF, Santana passou os últimos anos cedidos para a Câmara Legislativa, como funcionário da liderança do PSD e do gabinete de Liliane Roriz (PRTB). Mas não era visto na Casa. Fazia ;serviços externos; ao lado do presidente do PSD, Rogério Rosso.


A dona da sede do PT

Foi a graças à pioneira Vera Brant que o PT-DF teve a sua primeira sede em Brasília, no Setor Comercial Sul. O ano era 1980. Os fundadores do partido tentavam alugar uma sala, mas em plena ditadura, era difícil encontrar alguém disposto a participar do negócio. A amiga de JK, dona de imobiliária, não tinha medo. Vera alugou a sala 501 do edifício Mineiro para o militante ;Helinho;, filho de um casal amigo. Foi assim que o jornalista Hélio Doyle se tornou o primeiro locatário da sede do PT-DF. E o também jornalista Paulo Fona era o fiador.



Plano B

Uma semana antes da renúncia, Arruda e Roriz se encontraram para analisar o quadro e pensar uma solução para a chapa. Combinaram ali que não haveria uma solução caseira. Nem Liliane Roriz, nem Flávia Arruda como candidatas ao governo.


Calote apartidário

O problema de pagamento de fornecedores nas campanhas atinge todos os lados da campanha. Autor do jingle do tucano Luiz Pitiman, o músico Nino Antunes ainda briga para receber o valor devido pela criação, feita em parceria com o marqueteiro Chico Santa Rita.


Cisão

O clima está tenso no PP desde que correligionários passaram a reclamar de privilégios concedidos à candidata a deputada federal Bena Domingos, filha de Benedito Domingos, presidente da legenda. O bombeiro Will Godoy, que disputa o mesmo cargo, diz que o PP tomou metade de seu tempo de tevê para repassar a Bena. No partido, só os dois concorrem a federal.



Roriz no Rorizão

Aos poucos, o ex-governador Joaquim Roriz tem participado da campanha eleitoral. Sob cuidados médicos, ele tem ido a compromissos de cadeira de rodas e se poupado de longos discursos. O evento ontem foi no restaurante comunitário de Samambaia, batizado como Rorizão.


Siga o dinheiro

R$ 364.367,58

Valor de licitação do governo para a compra de eletrodomésticos como aparelho de micro-ondas, fogão, freezer, refrigerador, batedeira planetária, cilindro laminador de massas, fogão semi-industrial, multiprocessador, aparelhos de ar condicionado e bebedouro elétrico.



A pergunta que não quer calar;.

José Roberto Arruda vai mesmo desistir da vida pública?



Enquanto isso... Na sala de Justiça

O Ministério Público do Distrito Federal abriu um canal para receber denúncias de propaganda eleitoral irregular. O trabalho será concentrado no Centro de Inteligência. Quem tiver informações sobre abusos na divulgação de candidaturas pode enviar para www.ci.mpdft.mp.br/denunciaeleitoral.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação