Cena musical

Cena musical

postado em 17/09/2014 00:00
 (foto: Renato Alves/CB/D.A Press)
(foto: Renato Alves/CB/D.A Press)

A cidade de 560 mil habitantes atrai visitantes com um cenário cultural agitado. Exposições de grandes artistas e shows variados, que vão das apresentações de grandes nomes do rock britânico a óperas e balé.

E para quem curte baladas, Glasgow tem uma noite muito agitada do que a rival Edimburgo. Com mais de 150 pubs, discotecas e bares, não há falta de opções noturnas. Em eventos como o Dia de St. Andrew (30 de novembro) e a Noite de Burn (25 de janeiro), ouve-se ainda mais música ao vivo.

A cena musical em Glasgow ferve, e se você quiser ver o próximo grande talento, entre na fila do King Tut;s Wah Wah Hut. Clube onde o Oasis foi descoberto e assinou um contrato em 1993, o King Tut;s também ajudou o início da carreira de bandas, como Radiohead, Florence & The Machine e Biffy Clyro.

Porém, se conhecer os habitantes tomando uma caneca de cerveja for mais a sua cara, dirija-se ao sofisticado West End de Glasgow e encontre de tudo, dos tradicionais pubs aos clubes e bares. (RA)

O repórter viajou a convite da Gol e da Delta Airlines


Como chegar
O Aeroporto Internacional de Glasgow tem diversos voos para as ilhas britânicas e cidades como Paris, Nova York e Roma. Outra opção por via aérea é o aeroporto Glasgow Prestwick, mais distante, mas com voos da econômica Ryanair. Há conexão ferroviária até o centro. De trem, há duas estações principais na cidade, a Glasgow Central Station e a Queen Street Station. A primeira serve o sul da Escócia e também Londres (passagens a partir de 17,50 libras). A segunda liga a cidade à Edimburgo (cerca de uma hora, a partir de 10 libras).




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação