Detran prorroga o prazo para licenciar os carros

Detran prorroga o prazo para licenciar os carros

ADRIANA BERNARDES
postado em 30/09/2014 00:00

O motorista do Distrito Federal ganhou 15 dias de prazo para quitar os débitos junto do Departamento de Trânsito (Detran) e da Secretaria de Fazenda. Até ontem, 658.188 veículos registrados no DF, 42% da frota atual, tinham pendências financeiras com os órgãos do governo. Amanhã, boa parte deles passaria a circular de forma irregular.


De acordo com o diretor-geral do Detran, Rômulo Félix, a decisão de adiar a cobrança do licenciamento dos veículos deve-se a dois fatores. O principal deles é a grande quantidade de veículos não licenciados. ;O Detran estava lotado (ontem) e, como hoje seria o último dia para quitar as dívidas, não teríamos condições de atender toda a demanda de quem deixou para a última hora. Além disso, na sexta-feira (17), tivemos problema, e o sistema ficou fora do ar quase todo o dia;, explicou.
A recomendação do Detran para o contribuinte evitar filas é tirar os boletos pela internet e pagar diretamente no banco. Isso evita a ida aos postos de atendimento e, consequentemente, as filas. Outra dica é não deixar para regularizar a situação perto do fim do prazo. Se o devedor quitar os débitos até o dia 10, receberá o documento em casa, pelos Correios. Após esse período, os carteiros não têm tempo suficiente para entregar o licenciamento.


Como precaução, após pagar todas as dívidas do veículo, o proprietário pode entrar no site do Detran e emitir uma autorização de circulação com validade até o dia 30 deste mês. Esse recurso é uma garantia de que o condutor não será multado no caso de o documento de 2014 não chegar até o dia 16, quando os fiscais iniciarão a cobrança. No entanto, a autorização só terá validade nos limites do DF.


Conduzir veículo não licenciado é infração gravíssima, punida com multa de R$ 191,54 e apreensão desse. Além disso, o condutor perde sete pontos na CNH. Caso o veículo esteja licenciado e o motorista não esteja portando o documento obrigatório, a infração é leve, punida com multa de R$ 53,20, perda de três pontos na CNH e retenção do veículo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação