SP sai do mapa

SP sai do mapa

Derrotas dos três grandes times da capital paulista no fim de semana comprova da derrocada do futebol no estado mais rico do país. Ex-jogadores criticam falta de organização e de planejamento dos clubes

Rodrigo Antonelli
postado em 30/09/2014 00:00
 (foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)
(foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

A rodada pífia dos times paulistas no fim de semana, com as derrotas de São Paulo, Corinthians e Palmeiras, evidencia a derrocada do estado mais rico do futebol brasileiro na principal competição do país nos últimos anos. Apenas o Santos venceu.

São Paulo e Corinthians, donos dos maiores orçamentos do Brasileirão, começaram a competição como candidatos ao título, mas parecem não ter mais forças para brigar com o Cruzeiro. Enquanto isso, o Santos faz campanha de coadjuvante, no meio da tabela, e o Palmeiras luta para não cair pela terceira vez na história.

Assim, os paulistas caminham para a terceira temporada seguida sem disputar a taça do Nacional, em cenário que parecia muito improvável até pouco tempo atrás. Foram seis títulos nos primeiros nove torneios da era dos pontos corridos, cinco seguidos entre 2004 e 2008. A hegemonia inicial, porém, sucumbiu aos erros de administração e disputas políticas internas. Agora, até a presença do estado na Libertadores do ano que vem está ameaçada, no que seria o segundo ano seguido da principal competição continental sem times paulistas.

Para Juninho Paulista, ex-jogador e atual gestor do Ituano, a crise é produto da falta de organização e atinge também os clubes do interior. ;Eu mesmo peguei o Ituano afundado, com apenas três jogadores registrados e uma estrutura ultrapassada. Com uma responsabilidade que, muitas vezes, os grandes não têm, buscamos patrocinadores, e o trabalho rendeu fruto nesse ano, com o título do Paulistão;, afirma. ;No Palmeiras, por exemplo, as brigas internas refletem no campo, e o time não consegue mais lutar em cima;, completa o ex-atleta do alviverde.

Fabio Costa, ex-goleiro do Corinthians e do Santos, também aponta a falta de planejamento como responsável pela crise no futebol paulista. ;A troca de treinador o tempo todo atrapalha, assim como a grande rotatividade de jogadores. Alguns chegam por preço muito alto, não vingam e, no ano seguinte, já vão embora. Fica difícil manter uma equipe boa;, avalia o agora empresário.

Crise generalizada
Não é só na Série A que o futebol paulista anda em baixa. Apesar de a Ponte Preta liderar a segunda divisão nacional e ter boas chances de conquistar o acesso, Bragantino, Oeste e Portuguesa não fazem boas campanhas. A Lusa, inclusive, luta para não cair para a Série C. Após a derrota na Justiça que rebaixou a equipe para a Série B, no ano passado, o time não conseguiu se reestruturar.

Se a queda da Portuguesa se consumar, as duas primeiras divisões do Campeonato Brasileiro ficariam com apenas sete times do estado de São Paulo, número baixo demais se comparado aos primeiros anos da era dos pontos corridos, quando a unidade federativa chegou a ter 12 equipes nas Séries A e B, como foi em 2007.


A decadência do futebol paulista
Número de equipes do estado de São Paulo na máxima divisão nacional tem caído ; assim como o resultado desses clubes

2003
Representantes na Série A: 6
Terminaram no G-4: Santos, São Paulo
e São Caetano

2004
Representantes na Série A: 7
Campeão: Santos
Terminaram no G-4: Santos, São Paulo e Palmeiras



2005
Representantes na Série A: 6
Campeão: Corinthians
Terminaram no G-4:
Corinthians e Palmeiras

2006
Representantes na Série A: 6
Campeão: São Paulo
Terminaram no G-4: São Paulo e Santos

2007
Representantes na Série A: 4
Campeão: São Paulo
Terminaram no G-4: São Paulo e Santos

2008
Representantes na Série A: 4
Campeão: São Paulo
Terminaram no G-4: São Paulo e Palmeiras


2009
Representantes na Série A: 6
Terminou no G-4: São Paulo


2010
Representantes na Série A: 6
Terminou no G-4: Corinthians

2011
Representantes na Série A: 4
Campeão: Corinthians
Terminou no G-4: Corinthians

2012
Representantes na Série A: 6
Terminou no G-4: São Paulo

2013
Representantes na Série A: 5
Terminou no G-4: nenhum time

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação