Agora é Lioney

Agora é Lioney

Pela primeira vez, desde 2006, um jogador do Barcelona se atreve a iniciar a temporada com mais gols do que Messi. Parceria com o argentino começa a dar benefícios a Neymar e tem como desafio, hoje, o PSG

Marcos Paulo Lima
Marcos Paulo Lima
postado em 30/09/2014 00:00
 (foto: Franck Fife/AFP)
(foto: Franck Fife/AFP)

Ninguém se atrevia a começar uma temporada com mais gols do que Lionel Messi no Barcelona desde a temporada 2006/2007. Naquela época, Samuel Eto;o contabilizava quatro bolas na rede contra três do mais novo astro da companhia catalã. Depois de um começo tímido com a camisa azul-grená, Neymar começou a colocar as manguinhas de fora. O brasileiro tem seis gols contra cinco de Messi.

Quem deveria ser cliente virou garçom. Messi, único jogador eleito quatro vezes o melhor do mundo, deu duas assistências decisivas ao ex-menino da Vila Belmiro nesta temporada. Fominha, Neymar ainda não colaborou com o argentino. A nova oportunidade de mostrar fidelidade ao parceiro é hoje, às, 15h45 (horário de Brasília), contra o Paris Saint-Germain, no Estádio Parc des Princes, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Até a goleada por 6 x 0 sobre o Granada no último sábado, Messi e Neymar começaram juntos como titulares 27 vezes e marcaram 33 gols ; a conta considera os jogos desde a contratação do craque junto ao Santos. Do total, 24 foram do argentino e nove do brasileiro. A troca de gentilezas entre a dupla ainda é discreta. Neymar deu duas assistências para Messi, que retribuiu com uma para gol de Neymar sobre o Granada.

O desempenho da dupla na partida contra um adversário teoricamente mais frágil diz muito sobre a expectativa do treinador Luis Enrique. Neymar fez três gols e não deu nenhuma assistência. Messi funcionou como arco e flecha. Fez um gol e jogou para o time com dois passes finais que terminaram no fundo da rede.

;A gente tenta buscar todos os jogadores, mas você vê que estamos fazendo uma boa dupla. Estamos crescendo cada vez mais, nos conhecendo cada vez melhor e esperamos continuar decidindo as partidas para o Barcelona;, disse Neymar, no sábado, em entrevista à TV Canal+. Contra o Granada, foi a primeira vez que o brasileiro marcou três gols atuando ao lado de Messi. Na edição passada da Liga dos Campeões, ele conseguiu um hat-trick diante do Celtic, da Escócia, mas o parceiro argentino estava lesionado.



PARIS SAINT-GERMAIN (FRA) X BARCELONA (ESP)


15h45

Parc des Princes
Paris (França)

Transmissão
ESPN Brasil e Esporte Interativo

Liga dos Campeões
Grupo F (2; rodada)

PARIS SAINT-GERMAIN
Sirigu; Van der Wiel, Marquinhos, David Luiz e Maxwell; Verratti, Thiago Motta e Matuidi; Lucas, Cavani e Pastore
Técnico: Laurent Blanc

BARCELONA
Ter Stegen; Daniel Alves, Piqué, Mathieu e Jordi Alba; Rakitic, Busquets e Iniesta; Pedro, Messi e Neymar
Técnico: Luis Enrique

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação