O menino que fotografa

O menino que fotografa

Com apenas 15 anos, o austríaco David Uzochukwu ganha reconhecimento por imagens com atmosfera etérea

» Rebeca Oliveira
postado em 30/09/2014 00:00
 (foto: David Uzochukwu/Divulgação)
(foto: David Uzochukwu/Divulgação)





David Uzochukwu nasceu em dezembro de 1998, na Aústria. Aos 10 anos, com a curiosidade que move toda criança, começou a fotografar a si mesmo, olhando os álbuns da família e os utilizando como bússola. Desde 2012, já com a técnica aprimorada, o austríaco passou a registrar, diariamente, retratos de amigos e de si para o projeto Cry me a river ; destinado a capturar um instante que transmitisse quietude. Ou, como ele prefere dizer, ;quando as coisas estão imóveis e parecem eternas;.

Com sensibilidade, Uzochukwu construiu um valioso portifólio, que rendeu importantes prêmios, entre eles, o alemão EyeEm Festival & Awards (2014). No concurso, o jovem venceu mais de 15 mil concorrentes mundiais. Foram necessárias algumas viagens a países próximos a Luxemburgo, onde vive atualmente, para captar instantes em que a velocidade das grandes cidades parecesse não existir. Tudo com o aval dos pais, que, segundo ele, o ajudaram a se encontrar na arte que hoje declara como ofício. Foi a mãe quem, aos 10 anos, lhe deu a primeira câmara fotográfica. ;Ela me deixava registrar nossa vida e os feriados em família;, revela em entrevista ao Correio.

Neste mês, a página de compartilhamento de fotos Flickr o elegeu um dos 20 fotógrafos mais talentosos do mundo com menos de 20 anos. ;Esta e outras mídias sociais são fundamentais para a divulgação do meu trabalho;, afirma. A pouca idade não o impede de sonhar alto e aspirar, daqui a algum tempo, virar um nome de referência na área. ;Gosto de pensar em fotos que transmitem a vida e o cotidiano de um povo, sem que haja interferência minha naquele momento;, afirma.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação