Buscas no interior de Goiás

Buscas no interior de Goiás

postado em 10/10/2014 00:00
 (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Maria Madalena Borges, a Madá, considera uma honra ter sido agente do reencontro entre a amiga e os parentes. ;Ela é uma guerreira e sempre me ajudou. Eu me sinto feliz em ter contribuído para a felicidade dela. E não foi a primeira vez que fiz isso para alguém. A minha mãe também tinha familiares que não via havia 38 anos e consegui achá-los pela internet. Depois disso, nos encontramos todos em Itú (SP);, comentou.

Outra personagem importante desse reencontro foi a orientadora social Valdívia Alves dos Santos, 49 anos. Moradora de Minaçu há 42 anos e funcionária da prefeitura há 12, foi ela quem encontrou o pai de Alice. ;Recebi a ligação da Madalena e me coloquei no lugar daquela família. Então, fui atrás. Pedi a ajuda do meu marido e ele encontrou a casa do pai dela. Foi lá algumas vezes até o endereço e também deixou recado. A cunhada de Alice, então, veio à prefeitura e relatei toda a história para ela. No dia seguinte, o pai dela apareceu aqui dizendo que queria falar com a filha. Ele chorou muito quando conversaram. Acho que foi um dos melhores presentes que ele recebeu. Naquele momento, fiquei muito contente em ter ajudado;, afirmou.

O Correio tentou contato com a família de Alice, em Minaçu, mas não teve sucesso. A casa do pai de Alice não tem telefone fixo.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação