Sabor nordestino

Sabor nordestino

postado em 10/10/2014 00:00
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)



A vocação inicial da Vila Planalto ; a de servir engenheiros e candangos ; foi o que impulsionou a vinda de Maria de Jesus Oliveira da Costa, a Tia Zélia, para a capital federal, em 1972. Vinda de Buritirama, na Bahia, ela aprendeu a cozinhar sendo ajudante em cantinas do bairro. A relação de dona Zélia com a Vila Planalto se tornou forte. ;Aqui foi o primeiro lugar aonde cheguei para ficar. Foi o endereço que me deu oportunidade de moradia, trabalho e possibilidade para criar meus filhos;, ressalta, emocionada.

Exemplares da cozinha nordestina marcam o restaurante simples, onde as opções são disponíveis de acordo com o dia da semana a preço fixo (R$ 28) sempre escoltadas por arroz, feijão, salada e bolinho de aipim. O frango com quiabo e a costela com mandioca são oferecidos às segundas-feiras. Na quinta, é dia de carne de sol e rabada ; prato que caiu nas graças do ex-presidente Lula. ;Ele mandava o pessoal buscar as quentinhas para o Palácio do Planalto e amava essa rabada;, lembra dona Zélia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação