Mais velhos controlam contas

Mais velhos controlam contas

postado em 24/10/2014 00:00
Entre os endividados, os mais atabalhoados são os jovens. Pesquisa divulgada esta semana mostra que quem tem entre 16 e 24 anos encontra mais dificuldade para controlar a vida financeira: quatro em cada 10 jovens brasileiros nesse faixa etária admitem não manter as contas em dia. Quanto mais velho, maior a proporção de consumidores que conseguem cuidar melhor dos gastos.

De acordo com o Indicador de Educação Financeira, elaborado pelo Serasa Consumidor em parceria com o Ibope, 62% dos entrevistados entre 25 e 34 anos dizem controlar bem as finanças. Entre 35 e 44 anos, esse percentual sobe para 66% e, entre 45 e 54 anos, alcança 67%. No grupo a partir de 55 anos, três quartos dos consultados pela pesquisa garantem saber zelar pelo dinheiro.

Os mais jovens, indica o levantamento, tendem a comprar de forma espontânea e imediata. ;A população desse perfil não costuma planejar finanças de maneira consciente. Os jovens precisam evitar agir por impulso, para que não sofram as consequências do superendividamento;, diz o superintendente do Serasa Consumidor, Júlio Leandro.

A operadora de telemarketing Aline Carvalho, 22 anos, se enrolou nas dívidas assim que começou a trabalhar. ;Consegui o primeiro emprego e exagerei. Comprei roupas, calçados, computador;, conta.

Nos primeiros meses de trabalho, Aline acumulou R$ 1 mil de contas atrasadas. O nome ficou sujo e, somente um ano depois, a jovem teve condições de procurar as empresas para renegociar os débitos e tentar quitar de vez as pendências. ;Aprendi a lição. Estou consciente e procuro não gastar tanto;, comenta. (DA)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação