Fla escala misto no clássico

Fla escala misto no clássico

postado em 24/10/2014 00:00
 (foto: Gilvan de Souza/Flamengo
)
(foto: Gilvan de Souza/Flamengo )


De olho no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, na próxima semana, o técnico Vanderlei Luxemburgo antecipou que vai poupar alguns titulares no clássico diante do Botafogo, amanhã, na Arena Amazônia, em Manaus. O lateral-direito Leonardo Moura, o zagueiro Chicão, o volante paraguaio Víctor Cáceres, o meia Everton e o atacante Eduardo da Silva serão preservados. Já o lateral-esquerdo João Paulo terá que ficar fora por ter recebido o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Internacional. A delegação embarcou ontem para a capital amazonense.

O foco, no Flamengo, é mesmo o torneio mata-mata. Tanto que a diretoria rubro-negra não pretende tomar nenhuma decisão sobre o futuro do elenco e da comissão técnica antes de terminar a participação na Copa do Brasil, considerada hoje o único caminho possível para uma vaga na próxima Libertadores. Mesmo reagindo no Brasileirão, o time está a 11 pontos do Atlético-MG, que fecha o G-4. A participação no torneio continental é que vai definir o orçamento para 2015.

Caso o Flamengo conquiste pelo segundo ano consecutivo a Copa do Brasil e, consequentemente, a vaga na Libertadores, a diretoria deverá olhar com bons olhos a permanência do técnico Vanderlei Luxemburgo, que pediu mais de 100 por cento de aumento para assinar um compromisso até o fim de 2015. Luxa quer ainda premiação por metas alcançadas e a contratação de três jogadores de nível de Seleção. A diretoria tem procurado endurecer o jogo com o técnico, mas espera o término da Copa do Brasil para se posicionar. Os reforços renomados só chegarão em caso de vaga na Libertadores. Do contrário, será mais uma temporada de aperto de cintos para evitar problemas financeiros.

Alvinegro
Diante de um rival sem todos os titulares, a ordem no Botafogo é vencer o clássico de amanhã. Com a calculadora na mão após a derrota contra o Coritiba, Vagner Mancini conversou com os jogadores. Na visão dele, não há motivo para desespero, pois a permanência na Série A ainda é possível. O treinador fez as contas e deixou claro que o time precisa bater o Flamengo e também sair vitorioso nos três jogos em casa: diante de Atlético-PR, Figueirense e Atlético-MG. Com as quatro vitórias, o Alvinegro buscaria mais três pontos em outros quatro jogos. Três deles são longe do Rio, contra o Cruzeiro, Chapecoense e Santos. Além disso, tem o clássico contra o Fluminense.

Para o duelo contra o Flamengo, Vagner Mancini não poderá contar com o volante Aírton, que vai cumprir suspensão. A tendência é de que o argentino Mario Bolatti assuma seu posto, mas outras mudanças podem acontecer.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação