Aécio estuda medida legal

Aécio estuda medida legal

» ÉTORE MEDEIROS
postado em 13/11/2014 00:00
O senador Aécio Neves (PSDB-SP) criticou na tarde de ontem a proposta enviada pelo governo federal ao Congresso Nacional que altera as metas e o cálculo do superavit primário para 2014 ; recursos reservados para pagamento de dívidas. ;Daqui por diante, não existe mais lei. Esse é um dos tripés fundamentais da macroeconomia brasileira, que está sendo mais uma vez desrespeitada por este governo;, criticou o tucano. O senador disse que, ;perdulário;, o governo não tem ;autoridade moral; para enviar a proposta ao Congresso e fez ainda um apelo aos colegas parlamentares: ;Espero que o Congresso se respeite, respeite as suas prerrogativas e impeça essa violência, que na verdade é o atestado definitivo de fracasso da condução da política econômica;.

Reação
;Nós vamos discutir, inclusive do ponto de vista judicial, quais as medidas cabíveis ante a iniciativa do governo. A presidente da República incorre em crime de responsabilidade se não cumprir a meta aprovada pelo Congresso Nacional;, anunciou. Neves disse ainda que Dilma Rousseff (PT) teria de devolver o mandato caso existisse um ;Procon eleitoral;. Aécio criticou ainda as explicações da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para a necessidade de revisão do superavit primário. ;O governo tem de ter a humildade de dizer que fracassou, que falhou.;

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação