Fla e Flu negam propina

Fla e Flu negam propina

postado em 13/11/2014 00:00
Suspeitos de terem "Ccomprado" dirigentes da Portuguesa para que o meia Héverton fosse escalado de maneira irregular, Flamengo e Fluminense negaram qualquer envolvimento com o caso. Os presidentes dos dois clubes deram entrevista à rádio CBN, na tarde de ontem, refutando a hipótese de que membros de suas equipes tenham pagado propina a alguém ligado à Lusa. Peter Siemsen, presidente do Flu, disse que o clube das Laranjeiras também é uma das vítimas do caso, apesar de ter sido salvo do rebaixamento, e apoia a investigação do MP. %u201CPara o Fluminense, seria maravilhoso apurá-lo em definitivo. Se o primeiro prejudicado em imagem foi a Portuguesa, o segundo foi o Fluminense, que passou por um período grave de ataques injustos%u201D, explicou, antes de afirmar que colocaria a mão no fogo pelo clube e pelo patrocinador do time, a Unimed. Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, alegou que o rubro-negro não teria motivos para tentar manipular a Portuguesa. %u201CNós já tínhamos 48 pontos antes da última rodada do campeonato, livres do rebaixamento, não tinha motivo de fazermos algo nesse sentido. Causa estranheza sermos apontados como um dos suspeitos%u201D, disse o mandatário.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação