A um passo da supremacia

A um passo da supremacia

Djokovic tem desempenho arrasador no ATP Finals, em Londres, e supera Stan Wawrinka por 2 sets a 0. Sérvio só precisa bater Tomas Berdych na próxima partida para assegurar o topo do ranking ao fim do ano

postado em 13/11/2014 00:00
 (foto: Glyn Kirk/AFP )
(foto: Glyn Kirk/AFP )



Atual bicampeão consecutivo, Novak Djokovic segue imparável na edição atual do ATP Finals, em Londres. O sérvio não tomou conhecimento do seu adversário de ontem, o suíço Stan Wawrinka, e venceu com direito a pneu, por 2 sets a 0 (6/3 e 6/0), em duelo de 1h06 de duração. Agora, basta uma vitória para Djoko se garantir na primeira posição do ranking mundial da ATP até o fim do ano.

Com o resultado, Djokovic está praticamente classificado às semifinais do torneio, disputado na O2 Arena, com duas vitórias conquistadas, sem perder nenhum set. O suíço Stan Wawrinka tem um triunfo e um revés na competição.

A próxima partida de Novak Djokovic será contra o tcheco Tomas Berdych. Stan Wawrinka decide a vaga nas semifinais em seu último duelo, contra o croata Marin Cilic, que ainda não venceu no torneio, disputado entre os oito melhores tenistas da temporada.

Djokovic não teve um bom começo no duelo contra o suíço. Logo no primeiro game do embate, o tenista sérvio cedeu uma quebra, mas Wawrinka não soube aproveitar a brecha e errou em dois serviços, deixando a vitória do primeiro set com o número 1 do ranking, que triunfou por 6/3.

O sérvio continuou embalado no segundo set e forçou três quebras de Wawrinka. Sem cometer erros e acertando os saques, Djokovic acabou atropelando o suíço e aplicando um pneu: 6/0.

Bruno Soares perde
O brasileiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya sofreram a primeira derrota na chave de duplas do ATP Finals de Londres. Na tarde de ontem, eles caíram diante do polonês Lukasz Kubot e do sueco Robert Lindstedt por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 10/6.

O resultado deixa a parceria do mineiro na segunda colocação do Grupo A, com uma vitória e uma derrota, já que na estreia superou Julien Rojer e Horia Tecau.

Eles, agora, jogam na última rodada da primeira fase, amanhã, precisando vencer para conseguir a classificação. Com dois resultados positivos, Kubot e Lindstedt estão garantidos na semifinal em Londres.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação