Eixo Capital

Eixo Capital

postado em 19/11/2014 00:00
 (foto: Monique Renne/CB/D.A Press - 21/9/14)
(foto: Monique Renne/CB/D.A Press - 21/9/14)

Ajuda para candidatos no DF
Uma das empresas envolvidas na Operação Lava-Jato, a UTC Engenharia apostou nas eleições do Distrito Federal. E foi generosa. A empreiteira, cujo presidente, Ricardo Pessoa, está preso por suspeita de corrupção nos contratos com a Petrobras, doou R$ 3,1 milhões, distribuídos entre o PRTB, PMN, PR e DEM, da coligação liderada por Jofran Frejat. Entre os candidatos majoritários, José Roberto Arruda (PR) e Alberto Fraga (DEM) receberam R$ 1 milhão, cada. ;Há 50 dias, quando houve a doação, ninguém sabia do envolvimento da empresa nessa confusão. Aceitei porque era uma construtora nacional, sem contratos no DF e nunca estive com ninguém da diretoria;, justifica Fraga.

Distribuição
No clã Roriz, Joaquim Domingos Roriz Neto (PMN) e Liliane Roriz (PRTB) tiveram as campanhas praticamente bancadas pela UTC Engenharia. O neto do ex-governador recebeu R$ 537 mil do montante total de R$ 585 mil arrecadado na disputa a um mandato de deputado federal. A distrital se reelegeu com o apoio de uma bolada de R$ 1.045.000 da empreiteira. Apenas R$ 400 partiram de outro doador. O dinheiro entrou pelos partidos e foi distribuído entre os candidatos da coligação de Frejat.

Doadora em delação
A Toyo-Setal Empreendimentos, outra empresa investigada na Operação Lava-Jato, doou R$ 1,9 milhão para o PR, que transferiu o dinheiro para a campanha de Arruda. Um dos executivos da empreiteira já fez acordo de delação premiada e admitiu participação no esquema da Petrobras.


Liberdade para cortar
No encontro com integrantes do Ministério Público do Distrito Federal, o governador eleito, Rodrigo Rollemberg (PSB), demonstrou ontem preocupação com o projeto de lei, aprovado pela Câmara Legislativa, que tira a prerrogativa do Executivo de cortar gastos e promover a reforma administrativa sem aprovação dos deputados distritais. Rollemberg contou que ligou para Agnelo Queiroz (PT) e pediu que o governador vete a proposta. Os promotores de Justiça anteciparam que, caso o projeto entre em vigor, o MP vai ajuizar uma ação direta de inconstitucionalidade contra a regra. O argumento é de que há jurisprudência na Justiça do DF que dá ao Executivo autonomia para extinguir cargos e reduzir secretarias sem aval da Câmara.

Siga o dinheiro
R$ 2.705.039,56

É o valor destinado pela Câmara Legislativa para a instalação de sistema de telefonia pela internet

A pergunta que não quer calar;.
Por que os deputados distritais querem criar uma barreira de imunidade contra futuros processos por quebra de decoro?

Repasses
Quando Luiz Estevão disse que queria eleger uma bancada na Câmara Legislativa, não estava blefando. Duas empresas ligadas ao empresário doaram juntas R$787 mil para campanhas de deputados distritais do PRTB e PMN. A LCC Empreendimentos repassou, segundo prestação de contas à Justiça Eleitoral, R$ 584 mil. A Manifesto Construções contribuiu com R$ 203 mil.

Sem distinção de ideologia
Outras empresas investigadas na Lava-Jato, a Galvão Engenharia, a Odebrecht e a OAS também investiram em candidaturas no DF. Primeiro suplente de deputado federal, Alírio Neto recebeu da Galvão, por meio do seu partido, o PEN, R$ 534 mil, metade da grana que usou na campanha. Como parte das contribuições da OAS ao PT, a campanha do governador Agnelo Queiroz (PT) obteve R$ 2,1 milhões da empreiteira baiana, de um total de R$ 16,6 milhões.

Sem carne
Um dos veganos mais famosos do mundo, o ex-beatle Paul McCartney fez uma exigência à produção do show no Mané Garrincha no próximo domingo. Todas as lanchonetes na arena terão de vender comida vegetariana para o público. E ninguém da equipe poderá usar roupas com produtos de origem animal.

O tesoureiro informal
Nos bastidores, integrantes da campanha Arruda-Frejat contam que o grande arrecadador de recursos para a coligação dos partidos
PR-DEM-PRTB-PMN-PTB foi o senador Gim Argello (PTB-DF). Com muita influência nacional e conexões políticas, Gim se comprometeu a ajudar os aliados na parte financeira. Ele fazia os contatos com diretores de empresas e os apresentava aos candidatos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação