Curtas

Curtas

postado em 26/11/2014 00:00
 (foto: Nour Fourat/Reuters)
(foto: Nour Fourat/Reuters)


; ESTADO
AVIAÇÃO SÍRIA
BOMBARDEIA
BASE DO GRUPO



O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) anunciou, ontem, que bombardeios da aviação síria contra a cidade de Raqqa (foto) ; reduto do movimento extremista Estado Islâmico (EI) ; mataram 63 pessoas. ;Entre os mortos, ao menos 36 são civis. Existem 20 vítimas ainda não identificadas que podem ser civis ou jihadistas, assim como restos desfigurados de ao menos sete pessoas;, explicou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH. Imagens publicadas na internet pelos militantes do EI mostravam corpos ensanguentados próximos ao local do bombardeio. Raqqa é a única capital síria de província dominada pelos insurgentes radicais.


; FARC
DOIS MILITARES
SÃO LIBERTADOS
PELA GUERRILHA

O Ministério da Defesa colombiano confirmou, ontem, a libertação dos soldados César Rivera e Jonathan Díaz, que estavam em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). ;Os militares foram levados a bordo de um helicóptero com o emblema do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) para Tame, no departamento de Arauca, onde foram recebidos por representantes do Exército;, afirmou a pasta, por meio de um comunicado. A guerrilha marxista garantiu que o general Rubén Alzate será solto até o fim de semana. As Farc acusam Bogotá de fazer operações militares na região onde o general estaria sendo mantido em cativeiro. A captura de Alzate desencadeou a pior crise entre as Farc e o governo de Juan Manuel Santos desde o início das negociações de paz.


; UCRÂNIA
REBELDES PEDEM
ENVIO DE TROPAS
DE PAZ AO LESTE

Separatistas pró-Moscou do leste da Ucrânia pediram, ontem, à Organização das Nações Unidas (ONU) o envio de forças de paz, principalmente russas, à região do Donbass. De acordo com eles, a medida evitaria uma ;catástrofe humanitária;. ;Exigimos uma reunião extraordinária do Conselho de Segurança para discutir o envio de um contingente de manutenção da paz com a participação de representantes russos;, afirma nota emitida pela autoproclamada República de Donetsk ; reduto separatista. ;Pedimos à comunidade internacional e à Federação Russa para interromperem a catástrofe humanitária e o genocídio social causado pelas ações do governo ucraniano;, completa o comunicado.


; ISRAEL
CRÍTICAS À LEI
DE REFORÇO DO
CARÁTER JUDEU

Os dirigentes palestinos condenaram o projeto de lei do governo de Benjamin Netanyahu que busca reforçar o caráter judeu de Israel, afirmando que a medida tem a intenção de ;acabar com a solução de dois Estados;. No domingo, o gabinete aprovou texto que modifica a definição de Israel como Estado ;judeu e democrático; para um ;Estado nacional do povo judeu;. O texto deverá ser votado pelo parlamento. A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) condenou o mesmo por considerar que ele pretende ;acabar com a solução de dois Estados, impondo o projeto da ;Grande Israel; e o judaísmo de Estado no território da Palestina histórica;.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação