Curtas

Curtas

postado em 02/12/2014 00:00
 (foto: Andres Stapff/Reuters - 16/11/14)
(foto: Andres Stapff/Reuters - 16/11/14)


; PALESTINOS
BAN KI-MOON
faz apelo EM
favor da PAZ

Em pronunciamento sobre o Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, afirmou que a estabilidade a longo prazo no Oriente Médio depende da abordagem de causas subjacentes do conflito. ;Isso significa levantar o embargo a Gaza, pôr fim a meio século de ocupação da Palestina e resolver as preocupações legítimas de Israel sobre a segurança;, comentou. Segundo ele, a comunidade internacional deve assumir a responsabilidade pela falha coletiva ao não avançar uma solução política para o conflito. Ban lembrou a mais recente operação militar de Israel na Faixa de Gaza, que deixou 2.200 palestinos mortos e 100 mil desabrigados, entre 8 de julho e 26 de agosto passado. ;A escala de destruição do Exército israelense deixou profundas dúvidas sobre o respeito aos princípios da distinção e da proporcionalidade;, disse.


70%

Índice de vítimas do vírus ebola enterradas, no oeste África, de forma segura ; uma das metas da Organização Mundial da Saúde (OMS). A epidemia matou 5.995
pessoas na região.


; HONG KONG
ATIVISTAS EM
GREVE DE FOME
POR ELEIÇÕES



Joshua Wong (foto), um dos líderes estudantis do movimento pró-democracia de Hong Kong, e duas colegas anunciaram que estão começando imediatamente uma greve de fome. ;Nesses tempos difíceis, há um dever. Hoje, nós estamos prontos a pagar o preço, estamos prontos para assumir a responsabilidade;, escreveram os estudantes no Facebook, depois de anunciar a greve de fome aos manifestantes reunidos em Admiralty, o principal local ocupado pelos manifestantes. Wong e duas jovens do movimento, Lo Yin-wai e Wong Tsz-yuet, disseram que pretendem pressionar o governo de Hong Kong a atender as demandas para a realização de eleições livres em 2017 no território sob o domínio chinês.


; BARACK OBAMA
ASSESSORA QUE
CRITICOU FILHAS
PEDE DEMISSÃO

A assessora de imprensa de um deputado norte-americano anunciou a demissão depois de ter criticado pelo Facebook as filhas do presidente Barack Obama. Elizabeth Lauten, porta-voz do legislador republicano Stephen Fincher, de Tennessee, confirmou a intenção de deixar o cargo após ser alvo de violentas críticas no último fim de semana nas redes sociais. Lauten publicou uma mensagem no Facebook na qual criticava a falta de classe e a forma de se vestir de Sasha (13 anos) e Malia Obama (16 anos) durante um evento na Casa Branca. Como todos os anos, durante o tradicional ato de indulto a um peru celebrado na Casa Branca, no Dia de Ação de Graças, as duas filhas apareceram ao lado de Obama. Várias pessoas comentaram que as adolescentes pareciam aborrecidas.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação