O inferno são os outros

O inferno são os outros

Novo presidente do Botafogo ataca TRT pela penhora das receitas do clube, rebaixado para a Série B nacional com uma rodada de antecedência. Cartola pede a ajuda de torcedores para que alvinegro volte a ser %u201Cforte%u201D

postado em 02/12/2014 00:00
 (foto: Botafogo Oficial/Reprodução
)
(foto: Botafogo Oficial/Reprodução )


Após uma campanha fraca, o Botafogo teve seu rebaixamento concretizado no domingo, ao ser derrotado pelo Santos. Com isso, os alvinegros terão o próximo ano para trabalhar visando o acesso à elite do futebol nacional. O recém-nomeado presidente, Carlos Eduardo Pereira, lamentou a queda, mas afirmou que a situação financeira do clube não vai melhorar até o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) desbloquear as receitas.

;Compartilho com todo torcedor botafoguense o sentimento com este rebaixamento. Temos de trabalhar para que o Botafogo possa voltar ao lugar que é de direito. O rebaixamento já está concretizado, mas temos que pensar em resolver os problemas da gestão anterior;, ressaltou. ;A questão trabalhista é complicada porque nenhuma empresa consegue viver com 100% das receitas penhoradas.;

Pereira contou que o Botafogo não vai receber nenhuma parcela da venda do zagueiro Dória e de cotas de televisão por conta das dívidas do clube. O mandatário vai tentar fazer acordos para que o clube possa ter renda na próxima temporada. Ele atacou o TRT pela penhora de todas as receitas botafoguenses.

;Sobre o Dória, o que sabemos, todas as parcelas da venda serão repassadas para credores. Vamos ver quem são e tentar conversar. Já os direitos de tevê não foram todos antecipados, mas o que temos que receber também está penhorado;, disse. ;Se o TRT não mudar sua posição, que é inconstitucional, é melhor dar a chave para eles tentar administrar o clube.;

Por fim, o presidente pediu a compreensão dos torcedores, pois o Botafogo vive um momento delicado não só dentro como fora de campo. ;Peço a ajuda de todos os torcedores para que possamos voltar a deixar o clube forte. Vamos trabalhar com esse objetivo.;

;Se o TRT não mudar sua posição, que é inconstitucional, é melhor dar a chave para eles tentar administrar o clube;
Carlos Eduardo, presidente do alvinegro


Ingressos para duelo com Galo
O Botafogo está rebaixado para a segunda divisão, mas os torcedores que quiserem se ;despedir; do alvinegro no domingo, no Mané Garrincha, já podem comprar ingresso para o jogo contra o Atlético-MG. A melancólica partida será a quarta do clube carioca em Brasília só este ano. Antes, enfrentou Vasco, Fluminense e São Paulo.

Preços*
Cadeira superior (VIP/hospitality):
R$180 (inteira) e R$ 90 (meia)
Cadeira inferior:
R$ 160 (inteira) e R$ 80 (meia)
Camarote para até 30 pessoas:
R$ 3.600 (não inclusas bebida e alimentação)
Camarote para até 21 pessoas:
R$ 2.520 (não inclusas bebida e alimentação)
Camarote individual:
R$ 120 (não inclusas bebida e alimentação)
Locais de venda
*Pela internet (no cartão em até 12 vezes) ; www.bilheteriadigital.com
*Pontos físicos (somente em dinheiro):
; Loja da Bilheteria Digital (Pátio Brasil)
; Loja Show de Bola (413 Norte )
; Loja do Botafogo (CLS 308, Bloco B, Loja 26)
; Loja Grandes Torcidas (CLS 308, Bloco A, Lojas 22/26 ; Asa Sul)
; Loja Globo Esporte
(Quadra C 9 ; Tag. Centro)

*Terão direito à meia-entrada todos que doarem 2kg de alimento não perecível, cuja entrega será feita na entrada do estádio.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação